15 de junho de 2024 Atualizado 01:27

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil e Mundo

Dirigente do BC japonês diz que é apropriado manter política monetária atual por enquanto

Por Agência Estado

06 de junho de 2024, às 14h29

Dirigente do Banco do Japão (BoJ, pela sigla em inglês), Toyoaki Nakamura disse nesta quinta-feira, 6, não estar totalmente confiante de que os salários e a inflação continuarão avançando, ressaltando ser apropriado que o BC japonês mantenha a política monetária atual por enquanto.

“Não estou confiante na sustentabilidade dos aumentos salariais”, disse Nakamura, em discurso a líderes empresariais em Hokkaido, no norte do país. “Acredito que os efeitos de reformas implementadas por grandes empresas que lideram o crescimento econômico ainda não tiveram grande impacto nas pequenas e médias empresas”, acrescentou.

Nakamura, um ex-executivo da fabricante de eletrônicos Hitachi, votou contra a decisão do BoJ, em março, de elevar seu juro básico pela primeira vez em 17 anos.

Ainda no discurso, Nakamura disse que a inflação no Japão poderá não atingir a meta oficial de 2% do BoJ após o ano fiscal que se encerra março de 2026 se os gastos com consumo se enfraquecerem e as empresas pararem de elevar os preços de seus produtos e serviços.

Em meio a crescentes expectativas de mais aperto monetário, o BoJ revisa sua política monetária nos dias 13 e 14 de junho. Fonte: Dow Jones Newswires.

Publicidade