15 de junho de 2021 Atualizado 17:08

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Bolsas da Europa fecham sem direção única com espera de BCE e inflação dos EUA

Por Agência Estado

09 jun 2021 às 13:55 • Última atualização 09 jun 2021 às 14:31

As bolsas da Europa fecharam sem direção única nesta quarta-feira, 9, com os mercados à espera da decisão de juros do Banco Central Europeu (BCE) e da inflação ao consumidor dos Estados Unidos, informações que serão divulgadas na quinta-feira. Um avanço maior do que o esperado dos preços ao produtor na China também gerou cautela. O índice pan-europeu Stoxx 600 registrou alta de 0,09%, aos 454,44 pontos.

Assunto que tem atraído a atenção dos investidores recentemente, o temor inflacionário voltou ao foco nesta quarta-feira com indicadores chineses. O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) da China, divulgado na noite de terça, teve salto anual de 9% em maio. Economistas previam uma alta menor, de 8,6%.

“Os mercados europeus tiveram um desempenho inferior hoje, com o FTSE 100 recuando depois que os últimos números de inflação do portão da fábrica na China ficaram mais quentes do que o esperado”, afirma o analista-chefe de mercado da CMC Markets, Michael Hewson.

Segundo o profissional, o dado aumentou a preocupação de que alguns agentes econômicos tenham se tornado complacentes com o aumento dos riscos de inflação. O próximo teste será o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos EUA.

Os investidores também aguardam a decisão de política monetária do BCE, que não deve alterar os juros e o volume do programa de relaxamento quantitativo (QE, na sigla em inglês), mas pode melhorar as projeções econômicas para a zona do euro.

Em Londres, o índice FTSE 100 caiu 0,20%, a 7.081,01 pontos. Economista-chefe do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Andy Haldane afirmou em entrevista à rádio LBC que vê pressões de preços “bastante vigorosas” na economia e que a instituição pode começar a “fechar a torneira” dos estímulos em algum momento.

Na Bolsa de Paris, o índice CAC 40 subiu 0,19%, a 6.563,45 pontos. As ações da Renault avançaram 0,41% e as da Total registraram ganho de 0,96%, mas as da ArcelorMittal cederam 0,30%.

Em Frankfurt, o índice DAX registrou perda de 0,38% nesta quarta-feira, a 15.581,14 pontos. Na Alemanha, as exportações subiram 0,3% em abril ante março, segundo dados publicados nesta quarta, mas o resultado ficou abaixo das estimativas de analistas.

O índice italiano FTSE MIB recuou 0,26%, a 25.741,75 pontos. Em Madri, o IBEX 35 avançou 0,03%, a 9.156,10 pontos.

Já o PSI 20, de Lisboa, teve alta de 0,02%, a 5.113,40 pontos.

Publicidade