14 de abril de 2024 Atualizado 21:11

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Economia

Bolsas da Europa fecham em alta com ímpeto do setor bancário; Madri reconquista 11 mil pontos

Por Agência Estado

03 de abril de 2024, às 17h42

As bolsas europeias fecharam, majoritariamente, em alta nesta quarta-feira, 3, com Frankfurt de volta ao caminho de ganhos mais firmes, após dados de inflação da zona do euro abaixo do esperado fortalecerem as chances de o Banco Central Europeu (BCE) ter confiança para reduzir os juros nos próximos meses. As ações do setor bancário se destacaram entre as principais altas nos mercados da região. Em Madri, o índice referencial IBEX-35 reconquistou o patamar dos 11 mil pontos.

Em Frankfurt, o DAX subiu 0,50%, aos 18.373,89 pontos, com o mercado alemão resgatando o bom momento que levou o índice referencial alemão à marca inédita de 18.504,51 pontos no fechamento da quinta-feira, dia 28 de março, último dia de negócios antes do feriado de Páscoa.

Em Paris, o CAC-40 ganhou 0,29%, 8.153,23 pontos. O FTSE 100, referencial da Bolsa de Londres, terminou com variação positiva de 0,03%, na máxima intradiária de 7.937,44 pontos.

A taxa anual de inflação ao consumidor (CPI, pela sigla em inglês) da zona do euro desacelerou para 2,4% em março, ante 2,6% em fevereiro. O indicador ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pela FactSet, que previam manutenção da taxa em 2,6%. Ainda na zona do euro, a taxa de desemprego ficou inalterada em fevereiro ante o mês anterior, em 6,5%, bem próxima da mínima histórica de 6,4%.

Na Alemanha, o Commerzbank subiu 4,49% e o Deutsche Bank ganhou 2,03%. O Barclays registrou alta de 2,40% e o Natwest, de 2,21% em Londres. Em Madri, os bancos se destacaram entre os ativos que impulsionaram o Ibex-35, que fechou com valorização de 0,44%, aos 11.024,30 pontos. As ações do Sabadell dispararam 4,09% e as do Santander, 1,36%.

Ainda na Alemanha, a BMW avançou 4,64%, a Porsche Automobil, 3,41% e a Volkswagen, 2,32%.

Em Milão,o FTSE Mib encerrou o pregão em alta de 0,45%, aos 34.480,87 pontos, também com o impulso de ativos do setor bancário. O Finecobank subiu 5,97% e o BPER Banca, 2,38%.

A Bolsa de Lisboa destoou do desempenho positivo das demais praças da região e o PSI 20 caiu 0,05%, aos 6.304,03 pontos.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Publicidade