30 de maio de 2020 Atualizado 21:21

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Cotidiano

Vazamento de gás faz prédio do Hospital 9 de Julho ser evacuado

Por Agência Estado

06 Maio 2020 às 18:09 • Última atualização 06 Maio 2020 às 18:26

O Hospital Nove de Julho precisou ter médicos, pacientes e outros funcionários evacuados de seu prédio por causa de um vazamento de gás na região na manhã desta quarta-feira, 6.

De acordo com a assessoria do hospital, o Corpo de Bombeiros foi acionado e houve orientação que o prédio, onde são realizadas consultas e exames no centro de medicina especializada do hospital, fosse evacuado. O pronto-socorro e as unidades de internação do Hospital 9 de Julho ficam em outro edifício, que não precisou ser evacuado.

A evacuação foi feita nos 14 andares do prédio e levou cerca de 20 minutos. O isolamento da rua foi mantido pelo Corpo de Bombeiros por cerca de meia hora e, por volta das 12h30, a via foi liberada.

Segundo a Comgás, um chamado foi recebido às 11h16 em relação a um dano na rede de gás natural encanado “durante obras realizadas por terceiros”, na altura do número 296 da rua Peixoto Gomide. A equipe técnica da empresa foi até o local e, por volta das 11h40, o vazamento já havia sido controlado.

Confira a íntegra da nota enviada pelo Hospital 9 de Julho:

“O Hospital 9 de Julho informa que hoje, por volta das 11h30, ocorreu um vazamento de gás numa obra da Comgás realizada na esquina das ruas Peixoto Gomide X Herculano de Freitas. O Corpo de Bombeiros foi imediatamente acionado e a orientação foi que o prédio onde funciona o Centro de Medicina Especializada do Hospital fosse evacuado. Esse é um prédio exclusivo para atendimento de consultas e exames que fica a duas quadras do Hospital 9 de Julho. Vale ressaltar que o Pronto-socorro e as Unidades de Internação funcionam em outro prédio.

Toda a equipe da Instituição é devidamente treinada para esses casos e todos os pacientes que estavam em atendimento foram retirados. Aqueles que estavam em consultas tiveram seus atendimentos reagendados e aqueles que estavam no Centro de Infusão recebendo medicações foram levados ao Hospital, devidamente acompanhados com equipes médica e de enfermagem, em veículo próprio para transporte de pacientes e ambulância.

A operação de evacuação dos 14 andares transcorreu sem nenhum problema e não levou mais do que 20 minutos até que todos deixassem o local em segurança. O Corpo de Bombeiros manteve o isolamento da rua por mais 30 minutos para avaliação, liberando-a a seguir, ou seja, após às 12h30 a via já estava liberada pelo Corpo de Bombeiros.”

Confira também a íntegra do posicionamento da Comgás:

“Recebemos um chamado às 11h16 da quarta-feira (06/05) sobre um dano na rede de gás natural encanado durante obras realizadas por terceiros, na rua Peixoto Gomide, 296, no Jardim Paulista, em São Paulo/SP.

Nossa equipe técnica chegou ao local às 11h28 e eliminou o vazamento às 11h40.”