15 de junho de 2024 Atualizado 17:54

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cotidiano

Starship, foguete de Elon Musk, recebe sinal verde para novo voo nesta quinta

Por Agência Estado

05 de junho de 2024, às 18h56

A SpaceX vai realizar o quarto voo integrado do seu foguetão Starship na quinta-feira, 06 – a companhia recebeu nesta terça, 04, a aprovação da Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA, na sigla em inglês). A decolagem, que ocorrerá a partir da base da companhia em Boca Chica, no Texas, está programada para 9h (horário de Brasília).

O novo teste estava previsto para acontecer nesta quarta-feira, 05, mas a autorização da FAA não ficou pronta a tempo, adiando a data em um dia. Esse teste faz parte de uma série de voos experimentais projetados para aprimorar o desempenho do Starship.

Em comunicado no site oficial da SpaceX, a empresa explica as mudanças que foram realizadas desde o teste anterior para esse próximo lançamento: “Para o quarto voo, a SpaceX diz que foram feitas melhorias de software e hardware. A companhia também afirma que implementará mudanças operacionais, incluindo a eliminação do estágio quente do Super Heavy após a ignição para a volta do equipamento ao planeta. A ideia é reduzir a massa do lançador na fase final do voo”.

O primeiro teste com o Starship aconteceu há pouco mais de um ano e terminou em explosão devido a um vazamento no propulsor Super Heavy. O segundo teste, apesar de uma separação bem-sucedida dos estágios, também acabou em explosão. Já no terceiro teste, realizado em março deste ano, a Starship conseguiu alcançar o espaço, mas foi perdida durante a reentrada na atmosfera terrestre, um contratempo que a SpaceX atribuiu a um bloqueio no filtro do sistema de pouso.

No teste anterior, a SpaceX testou com sucesso a porta de carga útil no espaço e realizou uma demonstração de transferência de propelente, crucial para missões futuras. O objetivo para o lançamento de amanhã é ainda mais audacioso: a empresa espera realizar um pouso suave do primeiro estágio no oceano e ver o segundo estágio resistir à fase mais intensa da reentrada na atmosfera terrestre.

A trajetória de desenvolvimento da Starship inclui ambições de longo prazo, como transportar tripulações e cargas para a Lua e Marte. Elon Musk, fundador da empresa, planeja usar o foguete para a missão Artemis III da NASA, que deve levar astronautas à Lua em 2025.

Publicidade