01 de março de 2021 Atualizado 21:25

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cotidiano

Relatora vota para Anvisa liberar uso emergencial da Coronavac e vacina de Oxford

Por Agência Estado

17 jan 2021 às 14:30 • Última atualização 17 jan 2021 às 15:06

A diretora Meiruze Freitas apresentou neste domingo, 17, relatório favorável ao uso emergencial da Coronavac e da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e a farmacêutica AstraZeneca. Os imunizantes serão entregues no Brasil, respectivamente, pelo Instituto Butantã e pela Fiocruz.

Para a decisão ser confirmada, porém, ainda falta a votação dos outros quatro diretores do órgão federal, o que deve ocorrer nas próximas horas. Basta maioria simples (três votos) para que a utilização dos imunizantes seja chancelada.

Mais cedo, três gerências técnicas recomendaram o uso dos imunizantes, mas com ressalvas, como a necessidade de monitorar “incertezas”.

A relatora na Anvisa votou ainda para que o Butantã assine um termo de compromisso para apresentar dados de imunogenicidade da vacina até 28 de fevereiro. Estas informações devem mostrar por quanto tempo a vacina é segura e eficaz.

Publicidade