18 de setembro de 2020 Atualizado 17:29

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Brasil

Região da Paulista tem dois feridos após festa de réveillon

Por Agência Estado

01 jan 2020 às 12:29 • Última atualização 01 jan 2020 às 12:45

A Polícia Militar atendeu a dois chamados envolvendo violência na madrugada deste 1º de janeiro na região da Avenida Paulista, após a festa da virada de 2019 para 2020 promovida pela Prefeitura. Em ambas as ocorrências, pessoas foram feridas e socorridas, mas não houve mortes.

Por volta das 4h30, uma mulher foi baleada na região do quadril por dois homens que, segundo testemunhas relataram aos policiais, estavam em um Chevrolet Astra prata. Ela estava na esquina das Ruas Peixoto Gomide e Frei Caneca.

A mulher foi levada ao pronto-socorro da Santa Casa de Misericórdia, em Santa Cecília e, segundo a PM, não corria risco de morte. Os PMs que atenderam o chamado não tiveram como apurar as causas dos tiros, que foram registrados no 78º Distrito Policial (Jardins), mas serão investigados pela delegacia que atende aquela parte da cidade, o 4º DP (Consolação).

Na outra ocorrência, que também ocorreu na madrugada, os policiais que chegaram para socorrer um homem que estava ferido na calçada não tiveram como confirmar nem se os ferimentos também eram causados por tiros ou por outro tipo de agressão, como facadas. O homem estava em estado grave e foi levado às pressas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital das Clínicas.

A PM não tinha informações sobre as circunstâncias em que o homem foi ferido (se foi uma agressão ou uma tentativa de assalto, por exemplo). É um crime que também terá de ser investigado pelo 4º DP. O caso ocorreu também na Peixoto Gomide, mas na esquina com a Rua Barbosa Rodrigues.

A festa da passagem de ano na Avenida Paulista reuniu cerca de 2 milhões de pessoas, segundo dados divulgados pela Prefeitura de São Paulo. Durante os shows realizados na via, da dupla Anavitória, de Lulu Santos, da banda Chiclete com Banana da bateria da escola de samba Rosas de Ouro, a PM não registrou nenhum crime relevante, envolvendo feridos que precisaram de atendimento médico.

Publicidade