26 de maio de 2024 Atualizado 17:04

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cotidiano

Mulher trans é morta a tiros após briga em baile funk na zona sul de SP

Por Agência Estado

15 de abril de 2024, às 18h50

Uma mulher trans de 21 anos foi assassinada a tiros após uma discussão em um baile funk no Capão Redondo, zona sul de São Paulo, neste sábado, 13. O crime ocorreu quando a vítima e uma amiga deixavam o local onde tiveram o desentendimento com um grupo de homens na Estrada de Itapecerica. Segundo a Polícia Militar, as mulheres foram seguidas por um veículo antes do ataque.

O crime foi registrado por câmeras de monitoramento que mostram o momento em que um carro vermelho se aproxima rapidamente das mulheres. Em seguida, uma pessoa sentada no banco do carona começa a disparar.

Tentando fugir, uma das mulheres é atingida e entra em um estacionamento. Câmeras do local registraram o momento em que a vítima se senta enquanto a amiga, que não teve ferimentos, mexe no celular.

Momentos depois, a mulher baleada perde os sentidos e cai no chão. De acordo com a PM o socorro foi acionado, mas a morte foi constatada ainda no local.

Um homem de 23 anos, suspeito de dirigir o veículo que perseguiu a vítima momentos antes do crime, foi identificado pela polícia no mesmo bairro, com o mesmo carro usado no momento do assassinato.

Ele foi preso em flagrante e deve responder pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio. Um segundo envolvido, responsável pelos tiros, ainda é procurado pela polícia.

Conforme a Secretaria de Segurança Pública (SSP), foram solicitados exames periciais ao Instituto de Criminalística (IC) e ao Instituto Médico-Legal (IML) e o caso, registrado no 47º Distrito Policial (Capão Redondo).

O Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa foi acionado para dar suporte às investigações.

Publicidade