19 de abril de 2021 Atualizado 12:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Em São Paulo

Juíza libera visita de médica a tio-avô de 80 anos internado com Covid-19

Como a médica integra a linha frente no combate ao coronavírus, juíza entendeu que a recusa era injustificada

Por Agência Estado

04 abr 2021 às 14:52 • Última atualização 04 abr 2021 às 16:08

A juíza Eva Lobo Chaib Dias Jorge, plantonista do Tribunal de Justiça de São Paulo, deferiu liminar na tarde deste sábado, 3, autorizando que uma médica possa visitar seu tio-avô que está internado com Covid-19 no Hospital do Servidor Público, na capital paulista, desde o dia 30.

A decisão atendeu um pedido da filha do homem que foi internado. Ela relatou que a administração do hospital impediu que o paciente de 80 anos tivesse um visitante fixo da família, sob o argumento de que o acesso é restrito devido a possibilidade de contaminação.

A mulher pediu então que a sobrinha-neta do homem pudesse visitá-lo, sob o argumento de ser médica. O Ministério Público de São Paulo se manifestou contra o pedido.

Ao analisar o caso, a juíza Eva Lobo Chaib Dias Jorge lembrou que o direito de visitas a pacientes internados encontram-se limitados e restritos, visando justamente evitar contaminações.

No entanto, no caso em questão, a magistrada entendeu que, pelo fato de a visitante ser uma médica – que declarou integrar a linha de frente contra o novo coronavírus, atuando em Unidades de Terapia Intensiva com pacientes com Covid-19 – a recusa do pedido seria “injustificada”.

Publicidade