20 de maio de 2024 Atualizado 08:16

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Tragédia no Sul

Familiares morrem abraçados em deslizamento no interior do Rio Grande do Sul

Família estava abraçada sob a terra, após a casa em que estavam ser atingida por deslizamento em Roca Sales

Por Agência Estado

12 de maio de 2024, às 10h34 • Última atualização em 12 de maio de 2024, às 15h10

Inúmeras histórias marcam a tragédia que assola o Rio Grande do Sul ao longo das últimas semanas. Talvez em uma das mais comoventes delas, quatro integrantes de uma mesma família foram encontrados abraçados sob a terra, após a casa em que estavam ser atingida por um deslizamento em Roca Sales, no interior gaúcho.

Foram registradas cinco vítimas no total: além do pai, que estava em outro cômodo quando a terra atingiu a casa, foram localizados mãe, dois filhos (entre eles, uma menina de 13 anos) e a esposa do filho mais velho.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC), que auxilia nos resgates no Estado vizinho, atendeu a ocorrência no último domingo, 5. O deslizamento que resultou nas mortes trágicas teria ocorrido dias antes, mas as forças de resgate tiveram dificuldade de chegar ao local devido à complexidade do terreno.

Até o momento, foram registradas 136 mortes no Rio Grande do Sul. Cerca de 2,1 milhões de pessoas foram impactadas pelo maior desastre ambiental do Estado, de acordo com a Defesa Civil. Pelo menos 81 mil pessoas estão em abrigos e outras 537,3 mil estão desalojadas. Ao menos 446 dos 497 municípios do Estado foram afetados.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Conforme os bombeiros, a casa em que a família encontrada em Roca Sales estava foi brutalmente atingida por um deslizamento de cerca de 300 metros em meio às fortes chuvas.

Para chegar até a residência, equipes foram de viatura até um ponto e, por conta da situação do local, percorreram cerca de 4km a pé, carregando equipamentos.

Ao chegar no local em que a casa deveria estar, na manhã do dia 5, quase não conseguiram avistar a residência. Ainda assim, continuaram buscando pela família que morava por ali.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

“A casa ficou totalmente destruída, mas ainda com algumas partes aparentes e, por isso, tínhamos um local e indícios para começar as buscas”, disse o Corpo de Bombeiros.

Após mais de 12 horas de trabalho, o que envolveu também escavação, a equipe finalmente conseguiu localizar a família. Quatro dos integrantes estavam abraçados entre si em um dos cômodos, segundo registro feito pela equipe de bombeiros.

Santa Catarina conta com 49 bombeiros militares em atuação no RS

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, o Estado foi o primeiro Estado a enviar bombeiros militares para atuar nos resgates e salvamentos no Rio Grande do Sul em razão das fortes chuvas que assolaram o Estado gaúcho. Depois, houve envio de equipes também de Estados como São Paulo, por exemplo.

Atuam neste momento por lá 49 bombeiros militares de Santa Catarina e quatro cães de busca, que auxiliam nas buscas. Desde que começou a atuar em resposta ao desastre no Rio Grande do Sul, no dia 1º de maio, as equipes da força-tarefa do CBMSC já resgataram 2.959 pessoas e 473 animais. Além disso, foram encontradas 13 vítimas em óbito.

Publicidade