Estado de SP abrirá concurso para 2.939 policiais civis

A previsão, de acordo com nota enviada pelo governo estadual, é que o processo seja aberto no próximo ano


O Governo do Estado de São Paulo autorizou nesta terça-feira (4) a abertura de um concurso público que irá contratar 2.939 policiais civis para atuar na segurança pública do Estado. A previsão, de acordo com nota enviada pelo governo, é que o processo seja aberto no próximo ano.

Segundo a publicação no Diário Oficial do Estado desta terça-feira, a previsão é que sejam contratados 250 delegados de Polícia, 900 investigadores, 1.600 escrivães e 189 médicos legistas.

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Efetivo irá reforçar o trabalho da Polícia Civil no Estado de São Paulo

“A ação é parte da nossa política de segurança pública, que vai transformar a Polícia de São Paulo na mais bem preparada do país”, afirmou o governador João Doria (PSDB), por meio de nota enviada para a imprensa.

A formação dos policiais na Academia de Polícia “Dr. Coriolano Nogueira Cobra” (Acadepol) tem a duração de aproximadamente quatro meses, contando com o estágio feito nas unidades policiais. Após a formação eles serão distribuídos para todo o Estado de São Paulo.

Em andamento

Para reforçar o efetivo da polícia Técnico-Científica, 66 futuros policiais estão em formação na academia, entre eles 22 fotógrafos técnicos-periciais, 10 médicos legistas e 33 peritos.

Existe um concurso em andamento no Estado de São Paulo para preencher 2.750 vagas para a Polícia Civil, segundo informou a assessoria de imprensa do governo. “São 250 vagas para delegados, 600 investigadores, 800 para escrivães, 300 agentes de telecomunicações e 200 papiloscopistas, 400 agentes policiais e 200 auxiliares de papiloscopistas”, explicou.

Além disso, passam por formação na Acadepol 66 futuros policiais civis para reforçar a equipe Técnico-Científica. Esses policiais irão preencher os cargos de fotógrafos técnicos-periciais, médicos legistas e peritos

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora