Na Copa Hopman, Federer projeta mais uma 'grande temporada'

Após iniciar as duas últimas temporadas com força no circuito, Roger Federer quer repetir a dose em 2019. E, para…


Após iniciar as duas últimas temporadas com força no circuito, Roger Federer quer repetir a dose em 2019. E, para tanto, o tenista suíço aposta novamente na Copa Hopman, onde começou 2018 e 2017, anos em que brilhou no Aberto da Austrália, com títulos que garantiram sua confiança pelo restante da temporada.

“Eu espero que seja novamente o início de uma grande temporada, porque as últimas duas foram ‘loucamente’ boas para mim”, afirma o atual número três do mundo. “Eu jamais imaginaria que faria aquele retorno. Estou muito feliz em como as coisas estão acontecendo.”

Federer fez grande retorno ao circuito em 2017, após perder metade da temporada 2016 em razão de problemas físicos. No início do ano passado, ele competiu na Copa Hopman ao lado da compatriota Belinda Bencic e não passaram da fase de grupos. Na sequência, o suíço foi campeão do Aberto da Austrália.

Confiante, iniciou assim forte sequência e dominou o circuito, vencendo também em Wimbledon. Acabou retornando também ao topo do ranking. Neste ano, foi campeão da Copa Hopman, disputada em Perth, na Austrália, novamente jogando ao lado de Bencic. E repetiu a dose com o título do primeiro Grand Slam da temporada.

“A Copa Hopman é um bom lugar para iniciar a temporada, para mim. Espero que aconteça o mesmo desta vez”, afirma o suíço. Ele e Bencic vão estrear na competição no domingo, contra a Grã-Bretanha, pelo Grupo B, que tem ainda os Estados Unidos, de Serena Williams, e a Grécia, de Stefanos Tsitsipas.

Aos 37 anos, Federer evita falar sobre o futuro, mas não descarta seguir no circuito até 2020. “Acho que na minha idade as pessoas sabem que, se eu fizer algo extraordinário, será incrível. E, se isso não acontecer, talvez seja normal não produzir tanto no tênis a cada ano”, pondera.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora