'Caminho da Fé' ganha novo ramal para santuário nacional de Aparecida

O Caminho da Fé brasileiro foi inaugurado em 2003, no município de Águas da Prata, inspirado no Caminho de Santiago de Compostela


O Caminho da Fé, rota que leva os fiéis ao Santuário Nacional de Aparecida, no interior de São Paulo, acaba de ganhar um novo ramal com saída em Ribeirão Preto. O percurso foi sinalizado e o roteiro começa a ser utilizado pelos peregrinos.

Foto: Ilustração AACF
Novo ramal do Caminho da Fé parte de Ribeirão Preto

A instalação de placas indicativas resulta de um termo de fomento entre a prefeitura e a Associação dos Amigos do Caminho da Fé (AACF). Três hotéis de Ribeirão Preto foram credenciados para dar suporte aos peregrinos.

O Caminho da Fé brasileiro foi inaugurado em 2003, no município de Águas da Prata, inspirado no Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Ao menos dez mil peregrinos fizeram o percurso este ano. Com a melhora na estrutura e sinalização, a expectativa é de que o uso do caminho seja intensificado.

O Aeroporto Dr. Leite Lopes, de Ribeirão Preto, também foi preparado para facilitar o deslocamento dos peregrinos de várias regiões do Brasil e de outros países. O terminal mantém frequências de voos com São Paulo, Guarulhos, Rio de Janeiro, Campinas, Porto Seguro, Goiânia, Palmas, Araguaína, Recife, Brasília e conexões em Barreiras, Salvador e Vitória da Conquista.

Conforme a gerente executiva da AACF, Camila Bassi Teixeira, o novo ramal contribui para aumentar a chegada de visitantes ao santuário de Aparecida.

A trilha turística e religiosa é considerada uma das mais importantes do Brasil. No início de 2019, a Associação vai anunciar o nome oficial do caminho – tradicionalmente as rotas são batizadas com nomes de santos católicos. Em junho de 2019, uma grande maratona de rua vai percorrer o ramal até Aparecida.

O ramal da cidade paulista de Ribeirão Preto é o 12º caminho usado por peregrinos para acessar a rota principal, que se inicia em Águas da Prata e segue até Aparecida, passando por municípios mineiros, até a transposição da Serra da Mantiqueira. O percurso mais longo, que parte da região central do Estado de São Paulo, tem extensão de 742 km até a chegada em Aparecida.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora