12 de agosto de 2022 Atualizado 22:18

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Vitrine

Conhecendo a Santa Capela

Destilaria Santa Capela foi oficialmente apresentada na última segunda-feira

Por Jucimara Lima

31 de julho de 2022, às 08h43

A Destilaria Santa Capela foi oficialmente apresentada na última segunda-feira (25), em um coquetel exclusivo, realizado no próprio espaço e organizado pela competente Guacyara Haddad, enquanto o marketing do empreendimento ficou a cargo da ZMKT, do Rafa Zara.

Fruto de um sonho do empresário barbarense Paulo Romi, a destilaria está estrategicamente localizado às margens da Rodovia Comendador Américo Emílio Romi. Segundo Paulo, a Santa Capela produzirá 60 mil litros anuais de cachaça. Produzindo a própria cana, a destilaria consegue estar atenta a todos os processos e possui controle desde o plantio da cana até a finalização do produto, inclusive, tendo um laboratório próprio.

Preparada em alambique de cobre, a tecnologia garante qualidade e pureza ao produto. Para ter tudo o que há de mais moderno no setor foram investidos R$ 10 milhões.

Ao lado de Paulo, atua como gerente-geral o empreendedor Lucas Benati, genro do empresário que traz a jovialidade, competência e dinamismo que todo negócio de sucesso tem.

Assim, além de produzir uma cachaça premium da mais alta qualidade, a Santa Capela tem na essência um pouco das raízes barbarenses, relacionadas a um povo trabalhador e a sua tradição canavieira, que valoriza o que tem de melhor em sua terra. Não por acaso, segundo o próprio Lucas, “O objetivo é ser mais do que um produto sofisticado e diferente, mas uma experiência de sabor único”.

A apresentação do espaço (onde tudo é produzido) foi feita para um grupo seleto de convidados, formado por pessoas que fizeram parte do projeto, donos de adegas, bares, restaurantes e redes, além de empresários do segmento de bebida, autoridades e alguns familiares. O LIBERAL teve o prazer de cobrir o evento. Confira!

História do símbolo
A Capelinha é filha da Pipoca, uma cachorrinha que deu cria na área da destilaria e foi acolhida pelos Romi. Hoje, ambas vivem na casa da família e desfrutam de um lar repleto de amor, carinho e conforto.

Com uma história tão especial, a cadelinha acabou virando o símbolo da marca e a imagem, presente no rótulo, na fachada e em várias peças relacionadas à destilaria, é inspirada em uma foto que a Gisele Romi, esposa de Paulo, fez da pet. Não é linda?

Publicidade