25 de novembro de 2021 Atualizado 22:24

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Celebridades

Fronteiras rompidas

No ar em “O Hóspede Americano”, da HBO, João Côrtes já tem duas séries gravadas em inglês no currículo

Por Márcio Maio / TV Press

21 out 2021 às 07:58 • Última atualização 21 out 2021 às 07:59

É comum alguns atores sonharem com uma carreira internacional. E, diga-se de passagem, o novo modelo de produção trazido por empresas de streaming abriu portas para vários profissionais nesse sentido. João Côrtes já deu os primeiros passos para essa possibilidade. Afinal, o paulistano de 26 anos gravou duas séries faladas em inglês.

A primeira foi gravada há três anos, mas só agora está sendo exibida pela HBO, “O Hóspede Americano”. A outra é da Globo, “O Anjo de Hamburgo”, prevista para estrear no ano que vem. “Amo falar e atuar em inglês. Em ‘O Anjo de Hamburgo’, tive de buscar um sotaque alemão que acrescentou uma outra camada ao trabalho. Adentrei o universo da Segunda Guerra Mundial, da Alemanha de 1940, do nazismo… Tudo isso trouxe uma alta carga dramática”, conta.

Momento marcante na carreira de João foi participar do “Popstar” em 2018, quando se consagrou vice-campeão da competição – Foto: Divulgação

“O Hóspede Americano” aborda a expedição do ex-presidente americano Theodore Roosevelt (Aidan Quinn) no Rio da Dúvida, em Rondônia, no começo do Século 20. Na trama, João interpreta o Major Thomaz Reis, cinegrafista da aventura, major do exército e braço-direito do Marechal Cândido Rondon, que acompanhou Roosevelt na viagem.

“Thomaz foi o responsável por todo o registro visual da jornada, filmando cada momento importante, o que foi fundamental para que hoje possamos ter imagens reais, fotos e vídeos, todos feitos por ele”, enaltece João, que passou 50 dias em Alta Floresta, no Mato Grosso, lidando com diferentes desafios nas gravações. “Incluindo cobras, aranhas, escorpiões, distâncias entre um lugar e outro, rios enormes e corredeiras”, exemplifica.

Não à toa, a série da HBO se tornou a experiência profissional mais intensa que teve até o momento. “Por tudo. Um lugar totalmente diferente, uma natureza extremamente abundante, rios com margens quilométricas, bichos, tudo acontecendo ao mesmo tempo”, justifica. Por isso, foi complicado esperar três anos para poder ver o resultado de tanta entrega no ar.

“Tive de me ocupar de outros trabalhos, da vida e não pensar tanto. Sabia que, em algum momento, o projeto ia sair para o mundo”, lembra. Agora, João se dedica a escrever um longa-metragem e também começa a produzir um curta. “Devemos filmar logo. Roteiro meu, direção de fotografia do meu irmão, Gabriel Côrtes, com quem fiz outro curta, o ‘Flush’, e o longa ‘Nas Mãos de Quem Me Leva’”, diz. Além disso, faz suspense sobre outra série que deve começar a gravar em breve. “Estou bastante envolvido. Mas, infelizmente, ainda não posso revelar nada sobre isso”, desconversa.

Nome: João Gonçalves Côrtes.

Nascimento: 6 de junho de 1995, em São Paulo/SP.

Atuação inesquecível: Como Kléber em “Os Experientes”, série exibida pela Globo em 2015 e atualmente em reprise no Viva, aos sábados, em homenagem aos idosos.

Interpretação memorável: Leonardo Di Caprio como Jim, no filme “Diário de um Adolescente”, de 1995.

O que falta na televisão: “Acho que estamos evoluindo muito como indústria e, cada vez mais, explorando novos territórios. Mas acredito que ainda temos um longo caminho a percorrer, por exemplo, na representatividade LGBTQIAP+”.

O que sobra na televisão: “Talento”.

Com quem gostaria de contracenar: Marjorie Estiano.

Se não fosse ator, seria: Zoólogo.

Ator: Leonardo Di Caprio.

Atriz: Cate Blanchett e Sarah Paulson.

Novela: “Avenida Brasil”, exibida originalmente pela Globo em 2012, escrita por João Emanuel Carneiro.

Vilão: Heath Ledger, como o Coringa de “Batman: O Cavaleiro das Trevas”, filme lançado em 2008.

Personagem mais difícil de compor: Wilfried Schwartz, na inédita “O Anjo de Hamburgo”, primeira série da Globo falada totalmente em inglês.

Que novela gostaria que fosse reprisada: “O Beijo do Vampiro”, novela da Globo, escrita por Antônio Calmon, exibida originalmente entre 2002 e 2003.

Que papel gostaria de representar: Um atleta.

Filme: “O Mestre”, de Paul Thomas Anderson, lançado em 2013 no Brasil.

Autor: “No momento, Raphael Montes”.

Diretor: Christopher Nolan.

Vexame: “Você quer em ordem alfabética?”.

Mania: “De dormir assistindo tevê”.

Medo: “De altura”.

Projeto: “Meu próximo curta”.

Publicidade