26 de outubro de 2021 Atualizado 20:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Celebridades

Com toque de ineditismo

No ar na inédita “Gênesis”, Kizi Vaz celebra retomada do setor cultural no País

Por Caroline Borges / TV Press

20 set 2021 às 10:54

Kizi Vaz é conquistada pelo novo e pelo inédito a cada trabalho. Ao longo de sua trajetória profissional na tevê, a atriz de 37 anos encarou projetos que fossem além de seu dia a dia. Após viver a realidade de uma plataforma de petróleo na série “Ilha de Ferro”, que foi ao ar na Globo recentemente e está disponível no Globoplay, ela mergulha no universo bíblico da trama de “Gênesis”, da Record, em que interpreta a Rainha Kamesha.

Kizi estreou na tevê na novela “Babilônia”, da Globo, que foi ao ar em 2015 – Foto: Divulgação

“Fiquei muito feliz de ser escalada para uma novela bíblica. É uma experiência totalmente inédita na minha carreira. Quando soube da oportunidade, agarrei com todas as forças. Sou muito grata a todos que me ajudaram nesse projeto. Muita gente fez essa oportunidade acontecer e sou agradecida”, valoriza.

A atriz entrou recentemente na sétima e última fase do enredo bíblico. Em “José”, Kamesha é a segunda esposa do Faraó Sheshi, vivido por Fernando Pavão. Alegre e simples, a rainha não consegue se adaptar ao mundo de riqueza e nobreza do palácio.

“Mesmo sendo casada com o faraó e vivendo no palácio, a Kamesha se sente incomodada dentro daquele ambiente de riqueza. Ela é uma mãe leoa, defende muito o filho dela, tem um amor muito grande pelo faraó. No entanto, tem uma rivalidade com a Merianat (Samia Abreu), que é a primeira esposa”, explica Kizi, que nunca havia vivido uma rainha na tevê antes.

“É um lugar diferente e interessante, mas, mesmo com toda a riqueza, a Kamesha segue com um figurino mais simples. Ainda assim, todos os meus personagens são especiais”, completa.

Para embarcar no universo da personagem, Kizi contou com diversas palestras sobre o Egito antigo e o contexto histórico da época. Porém, boa parte da preparação da atriz foi pautada pela construção coletiva ao lado dos colegas de elenco. Por isso, Kizi se baseou na troca de ideias e informações e no texto da novela épica.

“Eu, por exemplo, não pesquisei filmes. Quis trazer mais a essência da personagem. Troquei muito com o Fernanda Pavão e a Samia Abreu. Acredito que nossas relações foram sendo construídas ao longo do trabalho com a preparadora de elenco. Ela nos ajudou muito a trazer uma naturalidade para a nossa atuação”, ressalta.

Otimista com a retomada do setor cultural nos próximos meses, Kizi se prepara para rodar um filme em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, em breve. Gravando a novela bíblica, a atriz percebeu um aumento no volume de produções a partir do segundo semestre deste ano.

“Todos os setores da cultura pararam, mas agora estamos voltando aos poucos. Vejo amigos comemorando que passaram em testes, comemorando que ganharam no edital, comemorando que os projetos estão caminhando. Isso me deixa bastante feliz”, vibra.

Vivência real

O trabalho em “Ilha de Ferro”, original Globoplay, foi bastante complexo e intenso. Para interpretar a taifeira Suelen, a atriz fez uma preparação no Instituto de Ciências Náuticas para ganhar uma carteirinha de acesso à plataforma de petróleo.

“Por lá, fizemos um treinamento todo profissional para trabalhar em uma plataforma. Tivemos aulas de combate a incêndio, primeiros socorros, tipos de ferimentos, salvamentos, prática HUET – que eu tive um pouco de dificuldade, é como se fosse um simulador de helicóptero caindo no mar. Nós fizemos essa prática dentro da piscina”, explica.

Gravada em 2018, a série conta com duas temporadas disponíveis no Globoplay. Recentemente, a primeira leva de episódios estreou na tevê aberta. “Fiquei feliz de saber que a série iria para a tevê aberta. Muita gente ainda não assina ‘streaming’. Então, é uma forma da produção ganhar uma visibilidade maior. Foi uma notícia feliz não só para mim, mas para todo o elenco e a equipe”, afirma.

Publicidade