25 de julho de 2021 Atualizado 16:21

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Celebridades

Com a mente aberta

No elenco de “Onde Está Meu Coração”, Ana Flávia Cavalcanti encoraja debates sociais relevantes

Por Caroline Borges / TV Press

22 jul 2021 às 08:24

Os olhos de Ana Flávia Cavalcanti brilharam imediatamente ao ouvir os primeiros detalhes da série “Onde Está Meu Coração”, que está disponível para os assinantes do Globoplay. A atriz estava animada para trabalhar ao lado de nomes como Letícia Colin, Fábio Assunção e Daniel de Oliveira. Além disso, o projeto também incluiu um processo de produção mais detalhado e apurado ao longo das gravações e da pré-produção.

A temática da saúde pública, no entanto, foi o chamariz principal para Ana Flávia mergulhar de cabeça na trama de “Onde Está o Meu Coração” – Foto: Jorge Bispo / Divulgação

A temática da saúde pública, no entanto, foi o chamariz principal para Ana Flávia mergulhar de cabeça na trama de George Moura e Sergio Goldenberg. “A temática social e de saúde pública na qual a série está envolvida foi o que me chamou mais a atenção de cara. Desde o início, me apaixonei pelo texto da série e ver o resultado pronto, no ‘streaming’, foi emocionante”, valoriza Ana Flávia, que vive a forte Inês no enredo dramático.

Na série, Inês é amiga da protagonista Amanda, interpretada por Letícia Colin. As duas são colegas de residência em um hospital. Inês é uma das grandes aliadas de Amanda na luta contra a dependência química. Ao longo dos episódios, a jovem médica de classe alta acaba se perdendo no universo do crack. “A Inês é uma ex-dependente química que ajuda sua melhor amiga, Amanda, personagem vivida brilhantemente pela Letícia Colin, a sair do vício. Vejo que a Inês é uma base de apoio e mostra um pouco mais da vivência de quem já passou por isso”, explica.

Lidando com um universo bastante distante, Ana Flávia buscou material para a construção da personagem a partir de encontros com especialistas e médicos que tratam a dependência química. “Li alguns artigos sobre o limbo do crack e os efeitos que ele gera na vida do usuário e seus familiares”, relembra. A atriz, porém, já havia interpretado uma dependente química na série “Sob Pressão”. A experiência na produção médica foi importante para compreender a história de Inês.

“Apesar de serem séries com enredos diferentes, ter tido a experiência de gravar ‘Sob Pressão’ me ajudou muito a construir a nova personagem, principalmente por conta da pesquisa de campo, que foi um processo muito enriquecedor para mim e que me trouxe aprendizados que vou levar para a vida toda”, explica Ana Flávia, que voltará a viver a personagem da série médica na quarta temporada inédita.

Formada em artes cênicas pelo Indac e CPTezinho, de Antunes Filho, Ana Flávia abandonou o curso de Enfermagem para ser atriz. Recentemente, apesar do período conturbado da pandemia de Covid-19, ela tem conseguido manter uma frequência positiva na tevê. Além de finalizar a trama de “Amor de Mãe”, ela revisitou seu trabalho na reprise de “Malhação – Viva a Diferença”, em que viveu a diretora Dóris.

“Poder curtir a estreia de ‘Onde Está Meu Coração’ foi muito bom. Só gratidão. Apesar da série ter sido gravada em 2019, ela foi lançada neste ano e pudemos colocar no ar uma obra tão linda. Acredito na arte como capaz de gerar impacto e reflexões sociais profundas e, com certeza, o trabalho da equipe incrível por trás de ‘Onde Está Meu Coração’ causa isso”, valoriza.

Publicidade