Opção de última hora no Réveillon

Para quem deixou para a última hora e ficou sem nada, litoral e interior do Estado, ou até mesmo o sul de Minas Gerais acabam entrando no radar


Você já tinha desencanado de viajar no réveillon, mas a programação prevista não deu certa, e os amigos vão viajar. O que fazer, já que passagens aéreas para lugares badalados desaparecem e têm preços que nem sempre dá pra encarar?

Foto: Divulgação
Monte Verde é uma boa pedida para quem quer uma viagem rápida para o Ano Novo

Bem, uma solução é fazer uma viagem curta, indica Gustavo Mariotto, do ViajaNet. E, nesse caso, litoral e interior do Estado, ou até mesmo o sul de Minas acabam entrando no radar. Ainda assim, é preciso lembrar que o trânsito estará mais carregado.

Um hotel-fazenda pode ser uma possibilidade. É mais indicado para quem deseja descansar. Há também fazendas históricas abertas à visitação tanto em cidades como Itu como no Vale do Paraíba. Cunha é uma pedida, bem como São Francisco Xavier, o badalado distrito de São José dos Campos.

Ainda na Mantiqueira, as possibilidades vão de Campos do Jordão a Monte Verde (MG), passando por Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, Gonçalves (MG) e localidades ao redor. Para quem prefere praias, Guarujá e Bertioga. Em Santos, a queima de fogos na virada chama a atenção e pode ser uma opção de bate e volta.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora