Dicas para a primeira viagem de avião

Confira as informações para que possam ficar mais tranquilos e atentos para que essa nova experiencia seja incrível!


É muito importante que você planeje muito bem sua viagem principalmente se é a sua primeira vez! Dica importante: quando você estiver escolhendo as passagens, se tiver conexões, tente não escolher muito longas, com mais de 7h por exemplo, pois elas podem tornar sua viagem exaustiva. E nem conexões muito curtas, como de 1h por exemplo, pois as vezes o aeroporto é imenso e não dá tempo de você chegar no próximo portão de embarque.

Chegue com bastante antecedência ao aeroporto, faça check-in com calma, vá para área de passageiros e já procure seu portão de embarque. Só aí, se der tempo, passeie por perto do seu portão, e mesmo assim fique atento para que você não se distraia e perca seu voo.

Para voos internacionais chegue com 3 a 4 horas de antecedência. Para voos nacionais chegue com 2 a 3 horas de antecedência.

Foto: Creative Commons
Algumas dicas são fundamentais para sua primeira viagem de avião

Bagagem de mão é a que vai com você dentro da cabine do avião, leia sobre as regras da companhia sobre tamanho e peso. Bagagem despachada é a que vai no compartimento de carga, e você despacha no momento do check-in. Atenção, pois assim como a bagagem de mão, as malas despachadas também têm regras de tamanho, peso e quantidade conforme cada companhia, fique atento!

O código localizador, é um conjunto de números e letras, tipo uma “impressão digital” do seu voo. Com ele é possível verificar seus dados (passageiro), as informações referentes do seu voo e um contato em caso de emergência. E também ter esse código em mãos irá facilitar muito o seu check-in.

CARTÃO DE EMBARQUE

O cartão de embarque é a tradicional passagem de avião. Nele tem as informações básicas sobre o seu voo: nome do passageiro, número do assento, número do voo, origem e destino, portão e horário de embarque. Ele é o documento que lhe permitirá ter acesso a área de passageiros e também embarcar no avião.

Quem faz check-in antecipado, no site ou aplicativo da companhia aérea, terá a versão online desse cartão e poderá apresentá-lo na tela do celular. Ainda existem os totens para check-in, que é super simples de usar: basta o passageiro confirmar os dados pessoais e as informações de voo para que o cartão de embarque seja impresso, todos os passos aparecem escritos na tela.

Mas … e as malas, quando o check-in é online ou no totem? Esses tipos de check-in, são ideais para quem viaja apenas com a mala de mão, mas facilitam e agilizam o processo de check-in com um atendente, e você terá uma fila mais rápida para apenas despachar suas malas. Mas se você é inseguro e tem muitas dúvidas por ser sua primeira viagem, aí o aconselho a fazer o check-in com um atendente mesmo!

Registrando a saída do País

Após entrar na área de embarque, você passará pela imigração, onde nada mais é que um lugar onde a polícia federal pedirá seus documentos para registrar a sua saída do País. Aguarde na fila com seus documentos (passaporte para internacionais e RG para nacionais) em mãos.

Logo depois, todos os passageiros têm que passar por um detector de metais e tem a bagagem de mão, bolsa ou mochila analisada por um raio-X. Nesse momento é provável que peçam para tirar os eletrônicos, como: computador, tablet e celular, da mala e colocar em uma bandeja separada, assim como casacos.

E é possível que peçam para tirar sapatos, cintos, tudo dos bolsos, brincos, pulseiras, tudo que for de metal. Esse procedimento de segurança é para que nenhum produto proibido seja levado no avião. Itens aparentemente inofensivos, como desodorante aerossol, garrafinha de água e agulhas de tricô poderão ser confiscados.

Assim que você entrar para a área de passageiros/área de embarque, procure seu voo nos monitores/televisões que indicam os horários e portões das chegadas e partida, e confirme o número do seu portão de embarque, pois é comum que mudem o portão, por isso não olhe apenas no que estiver escrito no seu cartão de embarque.

Também fique sempre atento aos anúncios nos autofalantes, pois as alterações repentinas são sempre comunicadas primeiramente por eles. Siga as placas do seu portão de embarque, sempre confirmando nos monitores se nada mudou. Chegando ao portão confirme se é o seu voo que está sendo anunciado naquele portão, se tiver dúvidas pergunte.

Entrando na aeronave, na porta, terá um comissário que indicará o corredor que você deverá ir, olhe os números das poltronas que ficam no bagageiro e encontre sua poltrona. Encontrada sua poltrona, guarde sua mala de mão no bagageiro, só deixe junto a você itens que você precisara durante o voo como: remédios, escova de dentes, casaco e etc.

E se meu tiver conexão?

Se você tiver uma conexão, você precisará trocar de aeronave no meio do caminho, ou seja, você pegará sua bagagem de mão e sairá desse avião. Fique atento as informações que o piloto e comissários falam assim que o avião pousa, pois nesse momento eles costumam avisar se você terá que pegar a sua bagagem ou não, se você ficar com dúvidas pergunte aos comissários.

Normalmente quando o primeiro desembarque já é no País de destino (mesmo que você tenha que pegar outro voo, só que interno), você terá que passar pela imigração, siga na direção de onde pega as malas. Fique atento pois a maioria das pessoas que saíram do seu voo irão para a mesma direção, e você pode segui-las. Chegando na fica da imigração fique atendo à fila para estrangeiros, ou nativos (caso você tenha cidadania desse País).

Após passar pela imigração, você terá que pegar suas malas (despachadas), por isso fique ligado nas placas para malas. Chegando nesse local você verá que serão várias esteiras rolantes, procure nos monitores o número e local de partida do seu voo, é lá onde sua mala estará. Malas com você, siga as placas em direção ao seu portão, e provavelmente no meio do caminho você passará por um local onde tem que entregar suas malas novamente.

Chegando ao seu destino é só pegar suas malas novamente, seguir a placa de saída e desfrutar da cidade de destino. A volta normalmente é o caminho inverso, e você estará mais familiarizado, então será mais tranquilo!

LÍQUIDOS
Líquidos, géis e/ou aerossóis podem se estiverem introduzidos em embalagens individuais com capacidade não superior a 100 mililitros. As embalagens deverão estar dentro de um saco transparente com sistema de abertura e encerramento (tipo Ziploc) e com capacidade não superior a 1 litro. Os conteúdos deste saco plástico devem caber comodamente na mala de mão. O saco deve estar completamente fechado e deve ser apresentado para a inspeção fora da mala.

ELETRÔNICOS
Você poderá usar dispositivos eletrônicos durante o voo, exceto se a tripulação indicar o contrário, em casos excepcionais, e desde que os dispositivos estejam no modo avião ou com os sistemas de emissão de dados, como Wi-Fi ou Bluetooth, desativados. É proibida a utilização de cigarros eletrônicos, brinquedos com emissão de radiofrequências, dispositivos transmissores de dados sem modo avião e equipamentos de controlo remoto baseados em radiofrequências.

SUBSTÂNCIAS EM PÓ
É proibido levar dentro da cabine substâncias em pó que superem 350g. É recomendável levar estas substâncias na bagagem despachada para evitar que sejam retiradas no controle de segurança e/ou na porta de embarque.
Exceções: Medicamentos com receita médica, comida de bebê, restos humanos incinerados e substâncias em pó adquiridas nos Duty Free, desde que estejam seladas dentro da embalagem plástica da STEB (Secure Tamper Evident Bag).
Restrições aplicáveis aos seguintes países: EUA, República Dominicana, Costa Rica.

FERRAMENTAS
Somente é permitido transportar ou enviar ferramentas de trabalho, como alavancas, martelos, furadeiras, serras, maçaricos, serras radiais, pistolas de grampear, etc., e deve ser enviado como carga, se informe melhor com a companhia aérea sobre reservas e o procedimento.

ARMAS OU OBJETOS PONTIAGUDOS
Armas ou objetos pontiagudos ou com arestas, como: machados, picadores de gelo, navalhas, lâminas de barbear, cortadores de caixas, flechas, dardos, arpões, lanças, espadas, equipamentos de artes marciais cortantes, tesouras, facas ou qualquer outro tipo de objeto pontiagudo. Devem ser despachados.

DISPOSITIVOS DE ATORDOAMENTO
Dispositivos que se destinam especificamente à atordoar ou imobilizar uma pessoa, como: pistolas ou bastões de atordoamento, pistolas de dardos elétricos, atordoadores para animais, pistolas de matadouro, spray de noz moscada, sprays de substâncias ardidas, sprays de pimenta, gases lacrimogêneos, sprays de ácido, aerossóis, repelentes de animais.

Assim como instrumentos contundentes, por exemplo: tacos de golfe e baseball, cassetetes, remos, patinetes, varas de pescar, equipamentos de artes marciais, atiradeira. Todos devem ser despachados.

ARMAS DE FOGO
Todos tipos de armas: pistolas, revólveres, rifles, espingardas, pistolas de brinquedo, reproduções de armas de fogo, armas de ar comprimido, pistolas lança-chamas/de sinalização, arcos para flechas, balestras, arpões-fuzis de pesca, fundas, estilingues.

Assim como substâncias e dispositivos explosivos e incendiários que possam ou pareçam que possam causar ferimentos graves ou ameaçar a segurança da aeronave, como munições, ignitores, detonadores, espoletas, imitações de dispositivos explosivos, minas, granadas, fogos de artifício, cartuchos geradores de fumaça, dinamite, pólvora, explosivos plásticos.

Caso queria transportar qualquer tipo de arma de fogo ou substâncias ou dispositivos incendiários, entre em contato com um agente no check-in e se informe sobre as normas e procedimentos.

Fonte: Lucas Estevam
https://estevampelomundo.com.br

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora