Estudantes apostam em aulas online

Videoaulas fazem sucesso entre alunos por serem de fácil acesso, ágeis e práticas


Liberdade para estudar o que, quando e o quanto quiser. Esta é apenas umas das vantagens citadas por alunos do Ensino Médio sobre as aulas online, a maioria disponíveis em canais de vídeo como o Youtube. “As aulas são mais rápidas, dinâmicas e você administra o que vai estudar no dia e quanto tempo vai investir nesse assunto”, comenta a estudante do 2º ano, Bárbara Fernandes de Oliveira, 16.

O que antes era só um complemento passa a ocupar um papel de destaque na rotina de estudos dos jovens que, cada vez mais, têm optado pelas videoaulas em vez dos tradicionais cursinhos pré-vestibular, como já acontece com a aluna do 3º ano do Ensino Médio, Thayna Santos Sgarinoni, 17. Prestes a fazer a prova do Enem, ela ocupa as tardes navegando pelos canais de videoaula e fazendo exercícios online.

“No terceiro ano a proposta é revisar o conteúdo, só que é muita coisa e o tempo é muito curto, talvez não dê tempo. Então, busco material pela internet. Acho que tem que se dedicar agora, aproveitar o tempo para estudar mesmo. Além do que, estudar pela internet é de graça, o que é uma grande vantagem”, diz a jovem.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Jovens têm optado cada vez mais pelas videoaulas em vez dos tradicionais cursinhos pré-vestibular

Para Gabriel Cuato Silva, 16, as videoaulas são uma mão-na-roda quando o assunto é matemática. “Você consegue explicações diferentes sobre o mesmo assunto, você completa o que viu em sala de aula. Acompanha a resolução do problema, consegue informações extras e tira dúvidas sobre a matéria”, fala.

E mesmo vídeos de exercícios – os quais tinham tudo para serem menos atrativos – são bastante visualizados pela galera. Nestes, o professor explica e mostra como resolver um determinado problema, geralmente retirado dos grandes vestibulares e Enem.

4 questões por dia
Além das aulas e exercícios, alguns sites oferecem avaliação de desempenho. Jaqueline Souza de Camargo, 17, não perde uma novidade do site Missau Universitário. “Todos os dias eles [o site] colocam quatro questões diferentes para você resolver. Você faz o login e resolve. Aí eles avaliam o teu desempenho, te mostram onde teve mais dificuldade naquele dia e naquela semana, por disciplina, quais foram seus acertos e o que você precisa estudar mais”, explica. Para ter acesso a essa avaliação, o Missau Universitário cobra uma taxa.

Tentações online
Por outro lado, mexer na internet faz coçar a mão. Como vencer a tentação de logar no Facebook, Twitter ou atender a uma chamada do WhatsApp? “Você precisa ter foco”, frisa Renata Barreto Mendes, 17. “Na sala de aula você tem lá o professor falando, te chamando, em casa é por sua conta. Você tem que ser autodidata, ir atrás do teu conhecimento. As videoaulas têm uma dinâmica diferente da sala, mas é você quem deve tornar o estudo interessante”, completa.

A primeira dica dos jovens é desligar o wif-fi do smartphone. Pronto. Um problema resolvido. Se a vontade de fuçar na internet for grande, determine um tempo de estudo e uma recompensa. “Penso ‘vou estudar isso e isso’ e quando terminar eu mexo um pouco no celular, como uma bala ou chiclete”, comenta Jaqueline, apaixonada em funk food.

Antes de migrar de uma disciplina para a outra é importante parar um tempo para arejar a cabeça e assimilar o conteúdo visto. “É importante dar esse tempo entre uma matéria e outra senão cansa. Você se perde no que está estudando”, alerta Bárbara.

Para estudar em casa

1. Concentração: escolha um local onde se sinta bem, de preferência um lugar onde não tenha circulação de pessoas (evite interferência da tevê, da mãe, do cachorro) e seja tranquilo. O ambiente é o ponto chave para se concentrar no estudo

2. Desligue o wi-fi do smartphone: Não adianta só desabilitar o som dos aplicativos, acredite! Quando o aparelho vibrar, a ansiedade fala mais alto. Então, desligue!

3. Estabeleça metas: as videoaulas costumam ter, em média, 30 minutos de duração. Determine quais e quantas aulas irá estudar no dia

4. Tempo da família: avise seus pais e irmãos que irá estudar e que precisa da colaboração de todos para manter a concentração nos estudos

5. Faça anotações: é uma aula como as outras com a diferença que é online. Por isso, não deixe de fazer suas anotações ou resumos em um caderno. Anotações ajudam a memorizar o conteúdo

6. Descanse entre uma matéria e outra: É importante dar um tempinho antes de sair de História para Matemática. Essa pausa ajuda o cérebro assimilar o conteúdo visto. Faça um lanche, mexa no celular, converse com seus pais, assista um pouco de tevê, aproveite esse momento para relaxar.

Anote os sites

* www.youtube.com/user/nerckie: este é para quem gosta ou tem alguma dúvida ou dificuldade em Matemática

* www.missaouniversitario.com.br: oferece videoaulas e exercícios gratuitos. Na área do assinante é possível traçar o desempenho do candidato e saber onde ele está mandando bem e o que é preciso estudar mais

* //pages.segredosdoenem.com.br: além de exercícios, simulados e material de apoio, o site ensina técnicas de como estudar cada matéria

* //souvestibulando.com: acesso gratuito a videoaulas, exercícios, simulados resolvidos, curiosidades, guia de carreiras e um rápido teste vocacional

* www.biologiatotal.com.br: dica para quem curte ou tem alguma dúvida sobre Biologia. As videoaulas são ministradas pelo professor Paulo Jubilut e, alguns temas são de acesso exclusivo para assinantes

* www.manualdomundo.com.br: sobre ciências, conhecimentos gerais e curiosidades do mundo, além de experimentos postos na prática

* www.descomplica.com.br: acesso gratuito a videoaulas sobre todas as matérias do vestibular

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora