Os erros mais comuns na hora de se alimentar – O Liberal

Os erros mais comuns na hora de se alimentar

Fazer pequenos lanches entre as principais refeições e pensar o que vai consumir durante o dia são algumas artimanhas para quem busca bem-estar


Conciliar trabalho, estudos, família e vida social nem sempre é uma missão simples. Na correria do dia a dia, encontrar tempo para todas as atividades, às vezes, é bem difícil e isso pode afetar a boa alimentação. “A ânsia de ganhar mais tempo acaba fazendo com que as pessoas troquem saúde por rapidez”, aponta Fabiana Suiti, engenheira de alimentos e diretora de inovação da Subway Brasil.

Ainda segundo a especialista, é possível manter uma boa alimentação, mesmo nos dias mais corridos. A dica primordial, segundo Fabiana, é pensar no almoço, uma das refeições mais importantes do dia. “Montar a própria marmita é a uma boa alternativa para quem busca opções mais nutritivas, além de ser mais econômico”, disse.

Foto: Pexels
Marmita podem ser nutritiva se você observar alguns critérios relacionados à variedade dos alimentos

Já para quem não tem essa opção e come sempre na rua, o ideal é evitar os fast foods e procurar por restaurantes com um menu personalizado. “Isso permite ajustar a quantidade de proteína ou carboidrato de acordo com as suas necessidades nutricionais”, justificou a especialista. “Não é difícil manter uma alimentação mais nutritiva, a chave é a organização para se programar para as refeições durante a semana”, completou. Ao Mais Sabor, ela deu mais dicas de como ter uma boa alimentação diariamente.

Foto: Pexels
Aposte sempre em alimentos coloridos para ter acesso a diversos nutrientes

Faça a coisa certa…

INGREDIENTES SAUDÁVEIS. Quando o dia estiver muito corrido e fazer uma refeição mais completa for complicado, você pode apostar em um lanche natural. “Dê preferência para alimentos sem produtos processados e molhos artificiais”, ressaltou Fabiana. Um sanduíche que tenha legumes e saladas, além de proteína, é uma alternativa fácil e rápida para não sair da linha. “Além de satisfazer, ele não vai trazer aquela culpa mais tarde”.

PEQUENOS LANCHES. Entre o café da manhã e o almoço, e também entre o almoço e o jantar é importante fazer pequenos lanches, já que não é indicado ficar muito tempo sem comer. “Isso também evita que você faça uma refeição principal exagerada”, disse. Tenha sempre algo fácil de carregar na mochila ou na bolsa, como uma fruta ou um pote de castanhas e amêndoas. Evite comer salgados ou outros alimentos muito calóricos.

LEIA OS RÓTULOS. Quem busca ter uma alimentação correta precisa saber exatamente o que está comendo. Alimentos congelados ou semiprontos são rápidos de fazer, porém esses alimentos industrializados não possuem nutrientes suficientes e estão cheios de ingredientes que fazem mal, como a gordura trans e o sódio. “Sal, açúcar, gorduras hidrogenadas, entre outros, devem ser evitados”, aponta a especialista.

SEM PRESSA. Mesmo durante a correria do dia a dia, é muito importante que você reserve um tempo para fazer suas refeições com calma, mastigando bem e ficando atento ao que está no prato. “Preste atenção à textura, temperatura, acidez e sabor dos alimentos. Coma devagar, sentindo a comida em sua boca e vivendo o momento. Você vai ver como a refeição fica muito mais prazerosa quando se concentra na experiência”.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora