9 combinações que dão muito certo

Alguns alimentos, quando combinados, potencializam os benefícios à saúde e evitam picos glicêmicos; acerola e melão, beterraba e laranja são exemplos


Uma alimentação balanceada, com cardápio variado, é fundamental para a saúde do corpo e bem-estar. No entanto, alguns alimentos, quando combinados, trazem benefícios maiores ao organismo e evitam os picos de insulina (que ocorrem quando comemos demais ou inserimos carboidrato em excesso).

“Existem alimentos que, quando consumidos juntos, acabam potencializando suas propriedades”, explica a nutricionista Aline Quissak. Dentre as vantagens está a absorção de nutrientes até então eliminados pelo organismo devido à dificuldade em aproveitá-los, evitando casos de anemia, além de reduzir sintomas da TPM (tensão pré-menstrual) e outras enfermidades.

Harmonizações poderosas para incluir no dia a dia

Foto: Pixabay
Cúrcuma é um anti-inflamatório natural e deve ser consumida com pimenta-do-reino

1. Cúrcuma + Pimenta-do-reino

A curcumina presente na cúrcuma (açafrão da terra) é um dos anti-inflamatórios naturais mais poderosos que existem. Mas o corpo não consegue absorvê-la naturalmente.

“A piperina encontrada na pimenta-do-reino potencializa a absorção da curcumina pelo organismo em mais de mil vezes”, observa Aline. Para conseguir esse efeito, o ideal é consumir três medidas de cúrcuma para cada medida de pimenta-do-reino.

Consumo recomendado: 1 colher (chá) por dia de cúrcuma para efeitos medicinais dessa raiz.

Foto: Pixabay_Asier_relampagoestudio_Divulgação
Banana e nozes formam uma das combinações consideradas poderosas

2. Banana + Nozes

A banana é a queridinha das frutas: prática, simples, docinha e com preço acessível. Ela é muito importante para a saúde do coração e da musculatura, além de conter fósforo que auxilia no condicionamento cardiorrespiratório.

Para os atletas, a banana fornece energia no pré-treino. Porém, sozinha a banana tem ação inflamatória. “Isso não significa que ela cause mal, pelo contrário, ela tem muitos benefícios.

Porém, a orientação é não comê-la sozinha. A melhor opção nesse caso, é consumi-la com nozes, pois contém substâncias anti-inflamatórias e grande concentração de ômega 3. Assim, melhora a performance dos praticantes de atividades e a proteção do coração da população em geral”, explica a nutricionista.

Consumo recomendado: uma banana para cada três nozes

Foto: Pixabay
Beterraba é fonte de ferro que quando consumido junto com a laranja tem a absorção potencializada

3. Beterraba + Laranja

A beterraba é rica em ferro e muito indicada para quem tem anemia ou é vegano. O problema é que seu ferro é do tipo “não heme”, ou seja, não é ativado e, portanto, não é absorvido. Seu ativador é a vitamina C presente na laranja e no limão, por exemplo. Só assim o ferro é ativado e absorvido pelo organismo.

Consumo recomendado: Para cada 50g de beterraba, 10g de suco de laranja ou limão.

Foto: Freepik_Divulgação
É importante consumir cacau com frutas vermelhas para ganhar em nutrição

4. Cacau + Frutas vermelhas

Esses são dois alimentos que sozinhos já trazem muitos benefícios.

Mas quando somamos os antioxidantes do cacau com o ácido elágico das frutas vermelhas (morango, amora, mirtilo, framboesa), temos uma combinação potente e que auxilia na prevenção ao câncer de mama.

“Por regular o estrogênio, essa combinação é ótima para mulheres com TPM intensificada”, acrescenta Aline.

Consumo recomendado: 100g de morango + 20g de chocolate 70% cacau

Foto: Pixabay e Freepik
A gordura natural do coco melhora a memória e a concentração

5. Damascos ou tâmara + Coco

Tanto o damasco quanto as tâmaras possuem um nível elevado de potássio e vitamina A. Quando unimos potássio e vitamina A ao TCM (a gordura do coco), ativamos as sinapses dos neurônios, melhorando a memória, o foco e a concentração.

Consumo recomendado: 2 damascos secos/tâmaras + 20g de coco seco

Foto: Pixabay
Cogumelos possuem propriedades antioxidantes

6. Shitake, shimeji + Tomate cereja

Os cogumelos têm as suas particularidades nutricionais, já que possuem alguns antioxidantes que não são encontrados em outros alimentos.

O problema é que nem sempre conseguimos absorver essa quantidade de nutrientes.

A quercetina e o licopeno do pequeno tomate cereja tornam capaz o transporte dos nutrientes do shitake e shimeji para o cérebro e para o coração.

Para isso acontecer, eles precisam ser refogados por, pelo menos, 8 minutos.
Consumo recomendado: 1 xícara (chá), sendo metade composta por cogumelos e a outra metade de tomate cereja.

Foto: VisualHunt_Divulgação
Acerola é a fura com o maior poder de combater os radicais livres e deve ser ingerida com melão

7. Acerola + Melão

Acerola é a fruta mais anti-inflamatória existente no Brasil. Sozinha, é poderosa aliada no tratamento de doenças como artrite, artrose, câncer (que não seja de estômago), depressão e até Alzheimer.

Quando juntamos essa fruta ao melão, temos o efeito anti-inflamatório prolongado, graças a glutationa.
Consumo recomendado: consumir as frutas de duas a três vezes na semana, para que elas tenham seu efeito durante a semana toda.

Foto: VisualHunt_Divulgação
A cafeína unida ao coco filtrado resulta em energia extra para o corpo

8. Café + Óleo de coco filtrado (TCM)

O óleo de coco extra virgem ou filtrado possui uma gordura chamada TCM (triglicerídeos de cadeia média). Essa gordura é a única que não passa pelo fígado para ser metabolizado, passando direto para o sistema nervoso central.

Quando unimos o TCM à cafeína, essa gordura é levada rapidamente para o cérebro, resultando em energia imediata. “Essa não é uma mistura termogênica como muitos acreditam, é uma mistura para aumentar o rendimento nos treinos ou dar um ‘gás’ em quem está cansado”, alerta a nutricionista.

Consumo recomendado: Para cada xícara (80ml) de óleo de coco, adicione 5 ml de café. Essa combinação não é recomendada para quem sofre de ansiedade.

Foto:
Semente de abóbora é um alimento que deve fazer parte da dieta de toda mulher

9. Linhaça + Semente de abóbora

As sementes são uma estratégia usada pelos nutricionistas para regular o ciclo da mulher.

A linhaça já é um “superalimento”, mas quando consumida com a semente de abóbora, ela cria um equilíbrio entre progesterona e estrogênio para melhorar o humor e disposição no início do ciclo de menstruação.

Consumo recomendado: 1 colher (sopa) de cada, do primeiro ao 15º dia, a partir do início da menstruação.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!