Segredinhos do pré-wedding

Momento especial entre os noivos, o ensaio fotográfico antes do casamento requer atenção a alguns critérios para garantir o resultado desejado


Foto: Studio RC Fotografia - Divulgação
A praia não é a única opção para o ensaio antes do casamento, espaços urbanos ou no campo são perfeitos para clicar momentos de romantismo

Registrar os momentos especiais é o desejo de todos os noivos. Por isso, uma tendência que ganhou força nos últimos anos e que chegou para ficar é o pré-wedding, um ensaio realizado pelo casal algumas semanas antes da cerimônia de casamento. Num clima mais descontraído, o pré-wedding revela a união e a cumplicidade dos noivos e normalmente é realizado em cenários que remetem à história do casal.

“Perto do casamento é onde tudo está a flor da pele, os sentimentos de emoção, ansiedade, amor, desespero, estão bem evidentes, então a vontade de registrar esse momento é mais do que uma novidade e sim uma necessidade, para descontrair, conversar e curtir um ao outro e guardar esse momento para sempre”, aponta o fotógrafo Ney Maurício.

De acordo com o especialista, ensaios na praia são os campeões de pedidos entre os noivos. No entanto, para que as fotos captem todo o entrosamento do casal, é necessário encontrar um cenário que tenha sintonia com eles. “Sempre oriento os noivos para que escolham um local onde eles se sintam confortáveis e com o qual tenham uma relação direta. Não é porque todos fazem na praia que o casal precisa fazer também, existem outros locais lindos”.

Segundo Maurício, o ensaio perfeito é resultado do gosto pessoal do casal com o trabalho do especialista. “Nós conversamos e sugerimos um lugar que tenha marcado um momento da vida deles”. O fotógrafo explica que o ideal é realizar o pré-wedding de três a dois meses antes da cerimônia, afinal, se houver empecilhos, o ensaio pode ser reagendado.

Como evitar deslizes…

Foto: Studio RC Fotografia - Divulgação
Noivos são as estrelas principais – mas isso não significa que eles não precisam se atentar a alguns detalhes

É claro que no pré-wedding, os noivos são as estrelas principais – mas isso não significa que eles não precisam se atentar a alguns detalhes para que o ensaio não fique abaixo do esperado. De acordo com o fotógrafo Clayton Damasceno, entre os principais erros cometidos pelo casal estão o uso de maquiagem inadequada e a vontade de fazer muitas trocas de roupas.

“Menos é mais”, reforça o especialista. “O foco é a sintonia dos noivos. Maquiagem exagerada e roupas extravagantes ou que não combinem com o local são erros comuns. Além disso, acessórios como plaquinhas, balões, varalzinho de data, por exemplo, são modas ultrapassadas, mas algumas noivas ainda gostam. Eles [os noivos] querem fazer o que viram na internet e, às vezes, não deixam o ensaio fluir”.

Holambra é cenário acessível na região

Foto: Ney Maurício - Divulgação
A gente estava sem tempo de viajar e queríamos algum lugar por perto. Lá foi o cenário ideal”

Quem resolveu apostar na tendência do pré-wedding foi a advogada Beatriz Panserini. Ela e o noivo, Rafael Duarte, escolheram os campos de flores da cidade de Holambra para realizar o ensaio. “A gente estava sem tempo de viajar e queríamos algum lugar por perto. Lá foi o cenário ideal”.

Segundo a noiva, a presença de um profissional foi fundamental para garantir que o ensaio atendesse as expectativas do casal. “Nunca tinha feito nenhum tipo de ensaio, então, o fotógrafo nos ajudou, nos guiou, para que as fotos ficassem bonitas e com a emoção que a ocasião pedia”, conta Beatriz.

Ensaio fotográfico aos 79 anos

Foto: Taime Hasselmann Fotografia
O ensaio foi feito para dar à senhora a foto que ela não teve quando se casou com Luciano, há 63 anos

O Bosque dos Ipês, em Santa Bárbara d´Oeste, foi o local escolhido pela família de Maria de Lurdes Brito,79 anos, para dar vida ao seu sonho de ter uma foto vestida de noiva. O ensaio aconteceu no domingo, 2 de junho, e foi especial para todos que a acompanharam nesse momento.

“As pessoas que estavam no local se emocionavam quando a viam passar e conheciam sua história”, disse a neta, Elena da Costa Cordeiro. A preparação para o ensaio fotográfico começou quase dois meses antes, com a escolha do vestido que Maria usaria no dia.

“O vestido que ela mais gostou ficou perfeito nela, mas como era de alcinha o ateliê sugeriu um bolero de renda para ela usar por cima. Ficou perfeito”, conta a neta toda orgulhosa. No dia do ensaio, Maria caprichou na produção. Os longos cabelos brancos ficaram soltos e foram adornados por uma coroa com pedras brilhantes.

Para completar, um buquê com várias espécies de flores em tons de rosa arrematado por um laço de cetim na mesma cor. Apesar da idade, Maria de Lurdes não deixou a desejar a nenhuma noiva. Caminhou por todo bosque e fez várias poses em pontos estratégicos como o balanço e o gramado com a lagoa ao fundo.

A beleza natural do local faz do Bosque dos Ipês um dos locais mais procurados da região para ensaios fotográficos pré-wedding, mas neste dia a presença de Maria vestida de noiva acompanhada pela família teve um outro significado.

O ensaio foi feito para dar à senhora a foto que ela não teve quando se casou com Luciano, há 63 anos. A cerimônia foi no dia 28 de julho de 1956 e não houve sequer um registro. Embora viúva há 31 anos, ela nunca desistiu do sonho de ter uma foto vestida de noiva até, finalmente, realizá-lo em um dia ensolarado que entrou para sua história de vida. Parabéns, dona Maria de Lurdes, de todos nós do Anuário Noiva!

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora