Confira as tendências e dicas para escolher o vestido perfeito para o casamento

O Anuário Noiva conversou com especialistas e apresenta o que está em alta e o que nunca sai de moda na hora de escolher o vestido de noiva ideal


O momento de dizer o sim ao parceiro diante dos amigos e dos familiares é um dos mais aguardados por muitas mulheres. E esse instante tão especial e único pede que a noiva esteja linda, elegante e bem-vestida.

Para ajudar as mulheres a evitar erros e deixar esse momento ainda mais bonito, o Anuário Noiva conversou com a especialista em alta costura para noivas, madrinhas e debutantes Luhana Pawlick, e apresenta as tendências, as dúvidas e o que deve ser evitado na hora de escolher o vestido correto. “Acredito que as transparências ainda vão vir com força”, comenta a especialista, falando sobre a próxima temporada de cerimônias.

“Nada muito sensual, obviamente, mas ainda estarão presentes, até pelo término do Inverno”, ressalta. Se a transparência é uma tendência, “quem” nunca sai de moda é o véu. “O tamanho varia bastante, vai depender da altura da saia ou cauda do vestido e da altura da noiva”, explica a especialista. E ela aproveitou a oportunidade para dar uma dica: “Penso que o véu deva ultrapassar a cauda ou saia se ela for longa”. Porém, Luhana complementa que é possível adequar o tamanho do véu ao sonho da noiva. “Afinal, é um momento único na vida dela. Se ela prefere um pouco mais curto, não vejo problema”.

Outra dica da especialista é sobre a escolha do vestido e do estilista.

“Evite fazer essas escolhas no impulso. Procure referências de pessoas que já confeccionaram com aquele profissional, olhe o acabamento, o caimento da peça, se a empresa é idônea, questione sobre prazos e materiais que serão usados”.

Foto: Ricardo Cintra
A dica dos especialistas é que o véu pode se estender até a cauda do vestido [Sergio Gavioli]
Foto: SMH Fotografia
Não existe um tamanho ideal para o véu a noiva pode sugerir o tamanho que ela desejar [Princesinha Noivas]
Foto: Divulgação
O cuidado com a transparência é necessário para que o vestido não fique muito sensual, o que não é recomendado [Kitraje Noivas e Festas]
Foto: Ricardo Cintra - Divulgação
O tamanho do véu varia bastante, dependendo da altura da saia ou cauda do vestido e da altura da noiva [Sergio Gavioli]
Foto: Ricardo Cintra - Divulgação
O véu não caiu em desuso e ainda é a preferência das noivas [Sergio Gavioli]
Foto: SMH Fotografia
Os bordados no corpo do vestido e na barra da cauda podem fazer diferença e chamam atenção aos detalhes [Princesinha Noivas]
Foto: Divulgação
Para as noivas mais tradicionais, renda e transparência dão um tom especial ao vestido [Kitraje Noivas e Festas]
Foto: Divulgação
Se a proposta é criar um visual cheio de glamour, você pode optar por vestidos com brilhantes, mas apenas para a noite [Samuel Cirnansck]
Foto: Jézer Lopes - Divulgação
Transparência e decote podem ser usados em conjunto, sempre apostando no bom senso [SinQ Atelier]

Cuidado com o brilho

A cerimônia de casamento é, com certeza, o momento para que a noiva brilhe. Porém, de acordo com a especialista em alta costura Luhana Pawlick, esse brilho não precisa ser literal, com vestidos cheios de cristais ou strass: as vezes, um vestido com muito brilho pode destoar do resto da cerimônia e até mesmo não combinar com a personalidade da noiva. “Vale sempre o bom senso”, ressalta a especialista. A dica é analisar não só o perfil da noiva, mas também o local da festa, o tipo de decoração, entre outros fatores. “Sou fã dos vestidos mais lisos, só com corte e caimento do tecido. Eles mostram a verdadeira qualidade do trabalho e são a mais pura alta-costura”. Luhana indica os vestidos 2 em 1 como uma boa alternativa. “Para a cerimônia, as noivas podem usar algo menos brilhoso, mais clean. Uma saia removível por cima, por exemplo, e quando chega na festa, aí sim o brilho aparece”.

Foto: Divulgação
Brilhantes não estão proibidos, mas devem aparece apenas em casamentos noturnos [Luhana Pawlick]
Foto: Jezer Lopes - Divulgação
O vestido liso, sem mangas e sem muitos detalhes, navega entre o elegante e a sutileza [SinQ Atelier]
Foto: Jézer Lopes - Divulgação
Para a cerimônia, a noiva pode apostar num visual mais ‘clean’ e deixar o brilho para a festa [SinQ Atelier]
Foto: Divulgação
Rendas e outros detalhes podem substituir o brilho e o strass [Ateliê Mariana Biasi]

Cortes, decotes e fendas

De acordo com a especialista em alta moda Luhana Pawlick, o uso de cortes diferenciados, decotes e fendas pela noiva deve levar vários fatores em consideração, como o corpo da mulher e o local da cerimônia, por exemplo.

“Não falo que essa ou aquela pessoa não possa usar esse ou aquele modelo. Sempre pego o sonho da noiva e adapto ao corpo dela. Se ela quer o decote mais fundo, por exemplo, talvez a cintura tenha que ser mais alongada, ou a saia mais afastada do quadril, ou menos rodada, etc”, justifica. Mesmo assim, ressalta Luhana, existe sempre o limiar entre o sensual e o vulgar. “O decote é um tema polêmico. Por isso a escolha de uma estilista de confiança é fundamental, pois ela será a responsável em mostrar que a vontade da noiva, às vezes, pode pender para o vulgar, assim como indicará, em outros casos, que um decote um pouco mais profundo pode valorizar o corpo da noiva ou talvez deixar um pouco mais jovial”.

Foto: Divulgação
Modelos que deixam as costas à mostra caem bem em vestidos românticos e modernos [Luhana Pawlick]
Foto: Jézer Lopes - Divulgação
O decote é um assunto polêmico, mas não proibido a noiva precisa escolher com cuidado esse detalhe [SinQ Atelier]
Foto: Divulgação (1)
Os vestidos de renda ficam lindos no corpo e garante leveza e sensualidade [Ateliê Mariana Biasi]
Foto: Divulgação (2)
Os vestidos de renda ficam lindos no corpo e garante leveza e sensualidade [Ateliê Mariana Biasi]
Foto: Léo Vieira - Divulgação
Vestido com saia em cetim italiano com top e cropped em renda francesa na cor ivory é ideal para casamentos mais intimistas [Kika Ferreira Noivas & Noivos]

Com manga ou sem?

De acordo com o estilista Samuel Cirnansck, esse quesito depende muito do gosto da noiva. “Depende do estilo dela. Às vezes as noivas querem mangas só por ficarem mais tradicionais na cerimônia, mas nem é o estilo dela”, diz o especialista em moda noiva.

Foto: Jézer Lopes - Divulgação
A manga longa é um recurso muito usado pela mulher que não gosta do seu braço exposto [SinQ Atelier]
Foto: SMH - Fotografia - Divulgação
A manga longa permite diversas possibilidades e se adapta de acordo com o estilo e biotipo de cada noiva [Princesinha Noivas]
Foto: Divulgação (1)
A transparência nas mangas permite usar vários elementos como rendas, bordados e outras texturas [Ateliê Mariana Biasi]
Foto: Divulgação (2)
A transparência nas mangas permite usar vários elementos como rendas, bordados e outras texturas [Ateliê Mariana Biasi]
Foto: SMH Fotografia - Divulgação
Para as noivas que querem se ver livres da manga, uma opção é o vestido com alças [Princesinha Noivas]

Personalidade e Atitude

Segundo a consultora de comportamento profissional e de etiqueta social, Maria Inês Borges da Silveira, casamentos menos formais, realizados pela manhã ou à tarde, por exemplo, permitem um vestido mais curto – no joelho ou pela canela ou high-low, abaixo do joelho na frente e até o tornozelo atrás. “As cores vão do branco puro, marfim ao rosado, no caso de optar por outra são aconselháveis cores pastel”, aponta.

Foto: Divulgação
A noiva que adotar esse tipo de traje precisa ser cheia de atitude, já que, ao fugir do tradicional, vai chamar bastante atenção [Ateliê Mariana Biasi]
Foto: Rian Fernandes - Divulgação
Este ‘segundo vestido’ romântico, rico em rendas, é indicado para as noivas mais clássicas que desejam continuar na festa vestidas como princesas [Kika Ferreira Noivas & Noivos]
Foto: Divulgação
Personalidade também é a marca registrada dos vestidos de noiva mais curtos, que podem ser usados em eventos mais intimistas [Ateliê Mariana Biasi]

Sob medida

Com o aumento de casamentos em locais diferenciados como montanhas, campo e praias, entre outros, a estilista Luhana Pawlick reforça que, cada vez mais, os vestidos exclusivos e sob medida ganham espaço, pois se enquadram melhor ao contexto destes lugares. “As noivas vêm com muitas ideias e geralmente a dúvida é o que fazer com tantas referências e sonhos”, diz. “Eu tento entender o perfil de cada uma das clientes e interpretar sua essência, para que os vestidos interajam não só com o corpo, mas com o sentimento e a personalidade de cada uma delas”.

Foto: Divulgação
O vestido de renda com decote ombro a ombro pode ser usado para cerimônias ao ar livre [Yolan Cris]
Foto: Rian Fernandes - Divulgação
O vestido semi sereia, bem romântico e rico nos bordados em pérolas, remete a uma mistura de sensualidade e romantismo [Kika Ferreira Noivas & Noivos]
Foto: Rian Fernandes - Divulg
Para as noivas que querem impactar logo na entrada com muito glamour e sofisticação, a aposta é o vestido sereia, rico em bordados e rendas francesas [Kika Ferreira Noivas & Noivos]
Foto: Divulgação
Para casamentos na praia, um vestido renda com saia babado é uma ótima opção [Yolan Cris]
Foto: Léo Oliveira - Divulgação
Produzido em alta-costura no tecido mikado de seda, o vestido é indicado para os casamentos realizados no estilo ‘welcome coffe’ [Kika Ferreira Noivas & Noivos]
Foto: Rian Fernandes
Vestido para as noivas que querem se sentir princesas, numa versão bem romântica, com uma porção generosa de rendas francesas [Kika Ferreira Noivas & Noivos]
LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!