Jac lança o T50 para tentar brigar no mercado

Modelo traz preço e conteúdo de olho em fatia do mercado das versões intermediárias dos SUVs compactos


No Brasil, a Jac busca um equilíbrio delicado: tem de racionalizar ao máximo seus recursos e investimentos ao mesmo tempo em que tem de encontrar uma “bala de prata” – no caso, um modelo de volume que proporcione dias melhores à marca.

Nessa política, ficou definido a aposta em SUVs, que atualmente domina todo o line up de modelos de passeio da fabricante chinesa no Brasil. E a Jac acaba de renovar esta aposta com o lançamento do T50. Trata-se de um SUV ligeiramente maior que o T40 e pouco menor que o T6. O T50, a rigor, é uma remodelação do T5, com nova frente e traseira e um novo motor sob o capô.

Foto: Divulgação
JAC T50

O T50 mudou os elementos frontais e traseiros. Na frente, conjunto ótico, para-choques, grade e capo foram modificados. Atrás, tampa, lanternas e para-choque. Mudou também o interior, com um novo painel. Os instrumentos, que eram poligonais, passam a ser redondos.

No console central destaca-se o monitor da central multimídia que se projeta verticalmente – semelhante à do Ford EcoSport. O volante multifuncional, com revestimento em couro, ganha diversos comandos aumento da superfície em material macio, como no console frontal e nos apoios de braço nas portas.

Foto: Divulgação
JAC T50

Uma modificação importante foi o propulsor. Sai de cena o motor 1.5 flex, de 125 cv de potência e 15,7 kgfm de torque, e entra o 1.6 a gasolina com 138 cv e 17,1 kgfm. O câmbio continua sendo um CVT com seis marchas pré-programadas com mudanças na alavanca de câmbio.

O ganho de potência, no entanto, serve apenas para compensar o ganho de peso do T50 em relação ao antecessor. O novo SUV tem 1.320 kg em ordem de marcha contra 1.210 do T5. A relação peso/potência praticamente não mudou. Era de 9,68 e passou para 9,56 kg/cv.

Foto: Divulgação
JAC T50

Os três SUVs da Jac, T40, T50 e T6, atuam no mesmo segmento de compactos. Mas cada um deles mira em uma versão diferente dos rivais. Enquanto o T40 busca rivalizar com os modelos de entrada no segmento, com preços de até R$ 75.490, o T50 busca os modelos intermediários. O novo SUV começa em R$ 83.990 e chega a R$ 87.990. O T6 é que foge da lógica de mercado. Ele é 12 cm maior que o T50, tem um motor 2.0 de 160 cv para mover uma massa de 1.460 kg, mas é o mais barato de todos: custa R$ 67.990 e R$ 69.990.

O conceito básico do T50 é o mesmo que geralmente direciona os carros chineses. São modelos que oferecem mais conteúdo por um preço menor como forma de compensar a menor tecnologia de construção e a falta de histórico de mercado que dê confiabilidade à marca.

Foto: Divulgação
JAC T50

O T50 de R$ 83.990 traz de relevante ar-condicionado automático, chave presencial e controle de estabilidade e tração. No pacote que eleva o preço do carro a R$ 87.990, o T50 agrega câmara frontal, câmara 360º, revestimento em couro sintético, central multimídia com espelhamento de celulares, luzes diurnas em led, acendimento automático dos faróis e controle de cruzeiro.

Primeiras impressões

Evoluções pontuais

O melhor câmbio CVT é aquele que o motorista nem lembra que ele existe. Afinal, é o tipo de transmissão ideal para quem só quer ir do ponto A para o ponto B sem ter muita aporrinhação. O Jac T50 não é desse tipo. O CVT do modelo chinês se faz presente o tempo todo. Ele demora a reagir às solicitações do motorista e faz o motor gritar alto quando se busca uma retomada rápida.

A impressão é que o motor é insuficiente para o peso do carro. E isso fica bem evidente em ambiente rodoviário. No trânsito urbano, quando o trem de força é menos exigido, a transmissão entrega o conforto que promete.

Foto: Divulgação
JAC T50

O que melhorou a olhos vistos foi o exterior do T50. O carro ficou mais bonito, embora não se diferencie muito dos outros SUVs da marca chinesa. O interior também evoluiu bastante, se comparado ao do T5. Tanto na estética quanto na funcionalidade.

O novo interior ficou mais elegante e agradável, até pelo aumento das superfícies macias. Já o novo painel teve um ganho, no desenho dos instrumentos em si, e uma perda, no pequeno visor do computador de bordo, que tem letras pequenas e de difícil leitura. No mais, a nova central multimídia consegue conversar bem com smartphones e o espaço interno é bem generoso.

A ergonomia, no entanto, podia ser mais caprichada. O volante só tem ajuste de altura e o assento do motorista, mesmo na regulagem mais baixa, ainda é alto. Os bancos têm abas laterais bem pronunciadas e seguram bem o corpo, mas a espuma é excessivamente dura. E isso é ainda mais sentido por conta da rigidez da suspensão.

Por outro lado, nas curvas o modelo se mantém firme, sem rolagens laterais que incomodem. No fim das contas, é um carro de conteúdo honesto pelo valor que pede. Mas isso nem sempre é suficiente para um mercado tão fetichista quanto o de SUVs.

Ficha técnica

Jac T50

Motor: A gasolina, dianteiro, transversal, 1.598 cm³, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro e comando variável de válvulas na admissão. Injeção multiponto sequencial.
Transmissão: Câmbio CVT com emulação de seis marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira.
Potência máxima: 138 cv a 6 mil rpm.
Diâmetro e curso: 75 mm X 90 mm. Taxa de compressão: 10,5:1.
Aceleração 0-100 km/h: 11,3 segundos.
Velocidade máxima: 198 km/h.
Torque máximo: 17,1 kgfm a 4 mil rpm.
Suspensão: Dianteira independente, do tipo McPherson, com molas helicoidais e barra estabilizadora. Traseira semi-independente, eixo de torção, com molas helicoidais e barra estabilizadora. Oferece controle eletrônico de estabilidade.
Pneus: 205/55 R16.
Freios: Discos ventilados na frente e sólidos atrás. Oferece ABS e EBD.
Carroceria: Utilitário em monobloco com quatro portas e cinco lugares. 4,32 metros de comprimento, 1,76 m de largura, 1,62 m de altura e 2,56 m de distância entre-eixos. Oferece airbag duplo de série.
Peso: 1.320 kg.
Capacidade do porta-malas: 600 litros.
Tanque de combustível: 42 litros.
Produção: Hefei, China.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!