Honda HR-V Touring e sua força ampliada

Modelo com novo motor 1.5 turbo eleva SUV compacto a novo patamar de desempenho e preço para encarar os principais concorrentes


Sempre que um fabricante busca ampliar as vendas de algum modelo, é comum que novas versões apareçam em seu catálogo. No caso do Honda HR-V, sua linha 2020 foi além de promover pequenas melhorias em uma série especial ou apostar em um acabamento levemente mais refinado para “inventar” uma nova configuração de topo.

Com a chegada da variante Touring, a marca nipônica garantiu uma força extra ao modelo que, até então, chegava a sofrer algumas críticas nas comparações diretas com rivais. Afinal, desde que o downsizing entrou na moda no cenário automotivo, para melhorar a eficiência dos automóveis e torná-los menos poluentes, a adoção de turbocompressor se tornou cada vez mais comum mesmo em categorias inferiores. E é justamente a nova motorização que faz a diferença para o HR-V Touring.

Foto: Marcio Maio-Carta Z Notícias (2)
Honda HR-V Touring

Tudo começa nos dados da ficha técnica do propulsor. O 1.5 turbo com injeção direta de gasolina entrega 173 cv de potência e 22,4 kgfm de torque, disponíveis entre 1.700 e 5.500 giros. O turbo é de baixa inércia e o comando de válvulas é variável tanto na admissão quanto no escape.

Para lidar melhor com esse novo conjunto, a Honda promoveu alterações na calibragem da suspensão, com novas molas e amortecedores. A barra estabilizadora dianteira também ficou mais grossa e o módulo de ABS agora opera o sistema de vetorização de torque. O câmbio, do tipo CVT, é o mesmo usado no Civic Touring – que também usa o mesmo motor – e simula sete marchas.

Foto: Marcio Maio-Carta Z Notícias (1)
Honda HR-V Touring

Como nem tudo se resume a desempenho, a Honda também inseriu itens que tentam justificar o preço “salgado” cobrado pelo HR-V Touring, de R$ 139.900. Caso do teto solar panorâmico, dos novos revestimentos no interior e do sistema de iluminação full led. Os bancos são forrados em couro e as superfícies das portas dianteiras e do próprio painel receberam revestimento macio ao toque.

Dependendo da cor externa, o acabamento pode ser totalmente em preto ou combinar preto e cinza claro. No console, algumas áreas passaram a ser em black piano.

Foto: Marcio Maio-Carta Z Notícias (5)
Honda HR-V Touring

TECNOLOGIA

Em relação à tecnologia, a antena tipo barbatana de tubarão no teto também é exclusiva da variante mais cara. Assim como o escapamento duplo em aço inox, o sensor de chuva, o retrovisor interno eletrocrômico e o sistema Lane Watch. Este último acopla uma câmera ao retrovisor direito, transmitindo a imagem na tela da central multimídia sempre que a seta é ligada nessa direção.

Impressões ao dirigir

O Honda HR-V sempre despertou o interesse dos consumidores de SUVs compactos. Não à toa, tomou a liderança do Ford EcoSport quando a atual geração foi produzida no Brasil na categoria e só foi vencido por outro novo rival, o Jeep Renegade. A credibilidade da Honda, o design extremamente elegante e o farto espaço externo foram trunfos para seu sucesso. Porém, a motorização 1.8 aspirada nunca chegou a se destacar, ainda mais com a atuação insossa do câmbio CVT adotado.

Foto: Marcio Maio-Carta Z Notícias (4)
Honda HR-V Touring

Agora, quatro anos depois, a marca japonesa finalmente resolve a questão dessa sensação de falta de força, mas só para quem pode pagar os quase R$ 140 mil cobrados pela versão turbinada Touring, principal novidade da linha 2020, lançada há três meses.

De fato, a grande estrela desse novo calendário para o HR-V é mesmo o motor 1.5 turbo de 173 cv, com injeção direta e o mesmo que equipa a configuração de topo do sedã médio Civic. Com torque de 22,4 kgfm disponível em praticamente toda a faixa útil de rotação, entre 1.700 e 5.500 giros, o carro é capaz de entregar uma aceleração suave e progressiva ou, quando se muda a alavanca do câmbio para a posição S, vigorosa e esportiva.

Foto: Marcio Maio-Carta Z Notícias (3)
Honda HR-V Touring

Para se divertir um pouquinho, dá para recorrer às aletas atrás do volante, que simulam sete velocidades na transmissão continuamente variável e melhoram ainda mais o ganho de fôlego para ultrapassagens e retomadas.

Ficha Técnica

Honda HR-V Touring

MOTOR: 1.498 cm³, a gasolina
TRANSMISSÃO: Câmbio do tipo CVT com sete marchas simuladas e paddle-shifts
POTÊNCIA MÁXIMA: 173 cv a 5.500 rpm
TORQUE MÁXIMO: 22,4 kgfm entre 1.700 e 5.500 rpm
PNEUS: 215/55 R 17
PESO: 1.380 kg
PORTA-MALAS: 398/980 litros
TANQUE: 51 litros
PREÇO: R$ 139.900

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora