Chevrolet Trailblazer, um grandalhão esportivo

SUV a gasolina, Chevrolet Trailblazer tem motor poderoso de 3.6 litros V6 e revela desempenho de fazer inveja até em carros de outros segmentos


Não é novidade que os SUVs viraram a menina dos olhos de quase todas as marcas automotivas, sejam elas premium ou generalistas. Seja para aumentar sua participação de mercado ou mesmo os lucros, já que se tratam de automóveis mais caros que os modelos de entrada das fabricantes. A Chevrolet sabe disso e, depois de investir em uma modernização completa de sua gama à venda no Brasil, também desviou boa parte de sua atenção para os utilitários esportivos.

Deu certo: de 2017 para 2018, suas vendas entre esses automóveis mais que dobraram, subindo estrondosos 110,5%. Das 16.648 unidades emplacadas em 2017, a fabricante fechou 2018 com 35.042 SUVs comercializados entre os três modelos disponíveis – Tracker, Equinox e Trailblazer. Do trio, o que teve um crescimento mais modesto foi o Trailblazer, com crescimento de 17,75% nas unidades vendidas, ou seja, de 3.272 emplacamentos em 2017 para 3.853 no ano seguinte.

Foto: Jorge Rodrigues Jorge / Carta Z Notícias
Chevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6

Porém, trata-se do SUV mais caro da marca e com o trem de força mais poderoso. E, com seu aspecto robusto e suas aptidões esportivas, certamente atrai consumidores que acabariam optando por modelos menores. Principalmente na versão 3.6 litros V6, movida a gasolina e que revela um desempenho de fazer inveja em muitos carros menores e apresentados como esportivos.

O Trailblazer a gasolina funciona como modelo de entrada, já que a versão com motor diesel é cerca de R$ 40 mil mais cara. Mas como as duas configurações trazem o mesmo conteúdo, com acabamento LTZ, não faltam atributos para ajudar a incrementar as vendas do modelo. E o trem de força o principal deles.

Apesar das mais de duas toneladas do carro, o propulsor garante mais agilidade e vigor que a maior parte dos modelos menores da Chevrolet disponíveis para venda no país. São 279 cv de potência e 35,7 kgfm de força, que garantem uma aceleração de zero a 100 km/h em apenas 7,6 segundos – a velocidade máxima é limitada a 180 km/h por uma questão de bom senso.

Foto: Jorge Rodrigues Jorge / Carta Z Notícias
Chevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6

A transmissão é automática de seis velocidades, com função Active Select e opção da tecnologia CPA (Centrifugal Pendulum Absorber), que ajuda a reduzir os níveis de ruído e de vibração do SUV. De acordo com a marca, o sistema otimiza o acoplamento da transmissão, o que resulta em respostas mais imediatas aos comandos do pedal do acelerador.

O maior SUV da linha Chevrolet também impressiona em sua lista de itens de segurança e conectividade. Está nele o sistema multimídia MyLink, compatível com Android Auto e Apple CarPlay, além de contar com OnStar. A tecnologia oferece serviços de emergência, segurança, navegação, concierge e diagnóstico do automóvel inclusive por meio de aplicativo para celular.

Além do serviço de notificação automática em caso de acidente, há alerta de desvio de faixa, alerta de colisão frontal, alerta de ponto cego e o alerta de movimentação traseira. Inclui-se a este pacote ainda airbags frontais, laterais e de cortina e sistema isofix para fixação de cadeirinhas infantis. Um conjunto que faz os controles eletrônicos de tração e estabilidade e os assistentes de partida em rampas e de descida recursos corriqueiros.

Foto: Jorge Rodrigues Jorge / Carta Z Notícias
Chevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6

IMPRESSÕES AO DIRIGIR

De cara, chama muita atenção o tamanho do Chevrolet Trailblazer. Principalmente quando o espaço que se tem para estacionar é o típico das vagas mais comuns no país – idealizadas para modelos menores. É difícil encontrar um shopping, por exemplo, em que se consiga parar sem comprometer a abertura das portas ou invadir um pouco o espaço destinado ao automóvel do lado.

Não dá para disfarçar: o SUV é baseado na picape média S10 e, certamente, se mostra bem mais interessante para quem mora em áreas rurais do que para quem vive em grandes capitais. Mas isso apenas em função das dimensões, já que o comportamento do trem de força é de um esportivo nato e os aparatos tecnológicos facilitam bastante a vida a bordo.

O espaço é excelente para cinco passageiros. Com sete pessoas, é preciso apertar um pouco. Em compensação, o sistema de climatização tem saídas de ar no teto, beneficiando todos os ocupantes, de qualquer parte do carro. Um comando no console central determina a tração a ser adotada – pode ser 4X2, 4X4 ou 4X4 com reduzida.

Com isso, o Trailblazer se mostra disposto tanto para um passeio pela cidade quanto para uma aventura fora da estrada. Mas, apesar da vocação para o off-road, a versão com propulsor 3.6 litros V6 a gasolina inspira mesmo uma boa viagem em asfalto liso.

Os números do trem de força impressionam. Arrancadas são realizadas de forma extremamente vigorosa, garantindo o queixo caído dos motoristas dos carros ao redor. Afinal, são necessários apenas 7,6 segundos para sair da inércia e chegar aos 100 km/h. As respostas do propulsor são imediatas e a transmissão automática de seis marchas mantém um bom entrosamento com o motor, levando os giros rapidamente para a faixa de 3.700 rpm, quando o torque máximo de 35,7 kgfm aparece. A potência de 279 cv, frente aos 2.106 kg do modelo, garante uma relação peso/potência de 7,6 kg/cv.

Mesmo em caminhos com muitas curvas, é difícil bater qualquer sensação de insegurança. A carroceria rola e a cabine balança bastante diante de estradas e ruas muito esburacadas, mas o conforto não chega a ser comprometido e parece fácil para o Trailblazer se manter em equilíbrio. Além disso, há salvaguardas eletrônicas que ajudam o motorista no caso de um ou outro excesso cometido. O Trailblazer V6 é, de fato, um carro para todos os terrenos.

FICHA TÉCNICA

Chevrolet Trailblazer LTZ 3.6 V6

Motor: Gasolina, dianteiro, longitudinal, 3.564 cm³, aspirado, com seis cilindros em V e 24 válvulas. Injeção direta eletrônica
Potência máxima: 279 cv a 6.400 rpm
Aceleração 0-100 km/h: 7,6 segundos
Torque máximo: 35,7 kgfm a 3.700 rpm
Transmissão: Câmbio automático de seis marchas à frente e uma a ré
Pneus: 265/60 R18
Freios: Discos ventilados na frente e atrás. Oferece ABS com EBD
Peso: 2.106 kg
Capacidade do porta-malas: de 205 (com sete lugares) e 554 litros com a última fileira de bancos rebaixada
Tanque de combustível: 76 litros
Preço: R$ 188.890

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora