24 de setembro de 2020 Atualizado 02:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Casa

Veja as dicas dos Irmãos à Obra para reformar casas

Drew e Jonathan Scott falaram à equipe do Anuário Casa sobre por onde começar, quais os pontos chaves e como valorizar a casa na hora da venda

Por Débora de Souza

12 jan 2020 às 08:31 • Última atualização 12 jan 2020 às 08:35

Depois de uma longa espera e muita especulação, Drew e Jonathan Scott, os protagonistas do programa “Irmãos a Obra” do canal Discovery Home and Health, desembarcaram no Brasil, em agosto deste ano. A equipe do Anuário Casa, esteve no badalado evento no Credicard Hall (SP) e falou com os “brothers” mais famosos do setor de construção e reforma, que deram dicas de como reformar um imóvel para morar ou fazer uma boa venda.

O primeiro passo é fazer uma lista de desejos: um quarto para cada filho, uma piscina, sala de jogos ou cinema, mais espaço de circulação, mais banheiros, etc. Feita a lista das prioridades, é hora de analisar o orçamento disponível. Esse é um item da mais extrema importância já que não adianta sonhar com uma casa nova se não existem recursos suficientes para viabilizar a reforma. E entrar em dívida é sempre a pior escolha.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Evento no Credicard Hall, em São Paulo,
foi muito disputado pela imprensa, que pode contar com a simpatia e atenção de Drew e Jon

“Quando o orçamento é pequeno, focamos no espaço que será de uso comum da família, a sala ou a cozinha. Mas se o desejo é um quarto para cada filho e um banheiro extra, então voltamos o orçamento para atender a essas necessidades”, explica Drew Scott.

Na opinião de Jon, a obra deve ter um objetivo maior em mente: “Sua casa deve deixar a sua vida mais fácil. Se isso significa ter um banheiro extra, invista no banheiro. Às vezes, a gente reforma coisas demais, que não são tão urgentes e gasta além da conta”.

Outra dica é procurar um profissional experiente para tocar a obra. “O principal erro em reforma é que as pessoas acham que podem fazê-la sozinhas. Mas, como cumprir prazos e ficar dentro do orçamento se você não sabe o que está fazendo? Um profissional com experiência vai manter a obra dentro do esperado”, fala Drew.

Reforma para vender

Dar uma repaginada na casa ou no apartamento para atender aos desejos de morar em um local mais moderno, mais arejado, iluminado ou ainda que atenda às novas necessidades dos moradores, não é a única meta de quem tem um imóvel.

É bastante comum que o dono da moradia opte pela reforma porque tem em mente comercializar o imóvel. Reformar a casa para aumentar seu valor de venda no mercado é justamente uma das sugestões dos irmãos em um de seus programas no canal Discovery Home and Health.

Nesse caso, eles sugerem uma pesquisa de mercado: saber qual a média de preço das casas e se há público para imóveis diferenciados em seu bairro dará ao proprietário uma boa noção do que fazer. “Existem bairros em que as pessoas pagariam mais por uma cozinha com uma ilha de pedra, noutros, as pessoas só querem uma boa cozinha”, explica Drew Scott. Jon, por sua vez, revela o segredo para uma boa venda: “encontre o ponto forte da casa e evidencie-o com pequenas reformas, uma pintura nova, móveis bonitos e que sejam funcionais”.

A celebridade diz ainda que “uma reforma não significa só quebrar paredes, é preciso dar atenção também a área externa da casa. “Um jardim descuidado, pintura descascando ou mofada não causam uma boa impressão no comprador e não farão sua casa se destacar entre as outras. Pequenas reformas valem a pena se você quer vender rápido ou aumentar o valor da venda”, sugere Jon. Cuidar da fachada é fundamental, conforme reforça Drew. “É como fazer um perfil em site de relacionamento, você quer que as pessoas vejam a sua melhor versão. O mesmo vale para sua casa na hora da venda”, compara.

Cinco dicas para escolher materiais de construção

1. Marcas confiáveis
Sempre priorize as marcas que você conhece ou que sejam indicadas por profissional de confiança. Em caso de compras pela internet, uma dica interessante é filtrar as opções por “mais vendidos”.

2. Cuidado com promoções
Quando os produtos estão fora de linha, algumas lojas costumam coloca-los em promoção com preços atrativos. Não caia nessa armadilha! Embora pareça vantajoso pagar mais barato, depois não haverá peça de reposição já que muitos produtos, como azulejos são fabricados por coleções.

3. Rede elétrica
Use sempre fusíveis, cabos e disjuntores de boa procedência (marcas conhecidas) e fique atento para a tensão a que se destinam. Não use dispositivos que conduzem energia de material ferroso, tem que ser de cobre.

4. Areia e cimento
Peça a ajuda de um pedreiro para calcular a quantidade certa para comprar, pois areia e o cimento endurecem facilmente. Cuidado com a umidade do local onde ficarão armazenados.

5. Pintura
Quantidade, qualidade e prazo de validade são itens fundamentais quando o assunto é tinta. Lembrando que tinta acrílica é interessante para áreas expostas à umidade. Sempre anote o código da cor escolhida para o caso de precisar de mais uma lata.

Publicidade