13 de agosto de 2022 Atualizado 22:03

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Casa

Bancadas unem sabores e convivência para as cozinhas

Ilhas e penínsulas fazem toda a diferença na hora de compor um ambiente mais integrado, facilitando a interação entre as pessoas durante as refeições

Por Marina Zanaki

21 de março de 2022, às 08h29

A cozinha deixou de ser o lugar apenas onde a comida é preparada para se tornar um ambiente de integração e convivência. Unir esforços em torno de um prato especial, dividir uma bebida e compartilhar uma refeição são atividades que acontecem em um mesmo espaço.

A iluminação direta sobre a península tem duas funções: ajudar no preparo do ambiente e também nos momentos das refeições. O Apartamento Ônix é assinado pela designer de interiores Iara Kílaris. Detalhes como as cadeiras transparentes arrematam o espaço – Foto: Leandro Farchi

As bancadas são peças-chave em um projeto que busca essa harmonização. Os formatos mais comuns dessas estruturas são as penínsulas e ilhas. Enquanto as primeiras são instaladas adjacentes a uma parede, as
segundas são independentes.

A arquiteta Silmara Camargo indicou que as penínsulas são uma boa solução para ambientes menores, possibilitando uma sensação de integração sem comprometer o espaço.

Por outro lado, a península deixa o acesso limitado. Em função disso, a dica da arquiteta é optar pela ilha sempre que o tamanho da cozinha permitir.

Além da integração, as bancadas também podem agregar praticidade. “O efeito triângulo é muito interessante para instalação de cuba e fogão. O resultado é uma bancada de apoio bem funcional”, destacou a arquiteta, lembrando da importância de incluir uma tomada na lateral do balcão, garantindo o uso de equipamentos elétricos.

A bancada deste projeto da arquiteta Manuela Lage é feita em pedra sintética, que possui alta resistência e é ótima para ambientes como a cozinha. Como decoração, foi inserida uma peça de madeira escura na ilha, criando um contraste com o branco – Foto: Fávaro Jr

A verdade é que tanto a ilha quanto a península conseguem fazer da cozinha um ambiente mais acolhedor, aproveitando todo o potencial desse espaço considerado o coração dos lares.

Esse tipo de projeto deixa a área de trabalho voltada a outros usos, como sala de jantar e banquetas de apoio. “A grande sacada é justamente essa. Não estar mais olhando para uma parede, e sim para seus convidados ou familiares”, afirmou o consultor da Movelaria Margutti, Andre Ribeiro.

Segundo ele, as bancadas podem ser feitas em diversos materiais, como fórmica, lâminas naturais, pintura em laca, entre outras. Andre revelou que 90% dos projetos são confeccionados em MDF. Derivado da madeira e uniforme, ele já vem com o acabamento na superfície e possui inúmeras opções de cores.

Investir em móveis planejados também possibilita um melhor aproveitamento do espaço e a integração dos ambientes de forma inteligente.

Administrador da Luchini Móveis Planejados, Alberth Janjon tem observado uma forte tendência de personalização dos imóveis, e revelou que a cozinha tem protagonismo nesse planejamento.

“Vejo que as pessoas estão comprando apartamento mais cedo. Antes herdavam a casa, hoje o casal está comprando e deixando com a cara dele, customizando o lar que vai viver por muitos anos. Além disso, antes as casas eram todas muito parecidas, hoje está muito personalizado, e móveis sob medida nunca estiveram tão em alta. Ainda mais na pandemia, as pessoas querem se sentir confortáveis no lar”, disse Alberth.

Durabilidade

A escolha de uma pedra para composição da bancada dá um toque de elegância ao projeto. A sugestão de Cláudio Minoro, proprietário da Marmoraria Minoro, é investir em qualidade. Além dos tradicionais materiais naturais, como granito e quartzito, a dica de Minoro são as lâminas sintéticas ultracompactadas.

Neste projeto de Bianca Tedesco e Viviane Sakumoto foi utilizada uma península em madeira na cozinha; além de servir como apoio, a bancada integrada ao ambiente de estar conta com banquetas para ser usada para refeições rápidas no dia a dia – Foto: Tesak Arquitetura

Com diversos materiais resistentes em sua composição, como quartzo e mica, essas lâminas apresentam uma durabilidade superior quando comparadas às pedras naturais. Isso porque não absorvem eventuais resíduos e não há o risco de racharem em contato com altas temperaturas.

Recentemente, o mercado tem lançado peças sintéticas com preços mais competitivos, ampliando o acesso.

“É uma opção para ter zero dor de cabeça, não tem nenhum problema com altas temperaturas. Fora a beleza, já que são mais de 40 cores disponíveis”, indicou Minoro.

Equipada

A palavra-chave de uma cozinha integrada é funcionalidade. Envolver os familiares e amigos no preparo das refeições, sem abrir mão da praticidade que bons aparelhos e eletrodomésticos proporcionam.

Um dos itens considerados essenciais no ambiente é o purificador de água. Beatriz M. Bonfati Padovani, da São Camilo Purificadores de Água, explicou que os aparelhos unem praticidade e higiene.

Além do benefício para a saúde, eles também contam com um design elegante, podendo ser colocados na parede, mesa ou bancada. As cores também são diversificadas, harmonizando com qualquer estilo de ambiente. Os modelos da São Camilo estão disponíveis nas cores branco, black piano, prata e vermelho cereja.

 Neste projeto da arquiteta Silmara Camargo, a ilha compõe o ambiente e convida a bons momentos com a família e os amigos – Foto: Fávaro Jr

No quesito eletrodomésticos, a dica é investir em equipamentos que podem ser embutidos, otimizando o espaço e tornando a cozinha mais clean e funcional no dia a dia.

Veja abaixo as dicas de Paulo Dante, proprietário da Padan Eletro, sobre como equipar uma cozinha de forma completa e com equipamentos que farão toda a diferença no ambiente. 

  • Invista em um refrigerador com grande capacidade de armazenamento;
  • Aposte em um cooktop ou fogão com queimadores e trempes profissionais;
  • Tenha um forno com ampla litragem que permite assar, gratinar e fazer até churrascos;
  • Dê preferência a microondas com até 55 litros que são combinados com a função de forno elétrico;
  • Adquira uma lava-louças que permite higienizar panelas, louças e economizar água;
  • Conheça as cervejeiras para embutir, que não ocupam espaço externo e têm grande capacidade interna;
  • Equipe sua cozinha com uma churrasqueira, que pode ser a carvão ou a gás.

Fonte: Padan Eletro

Publicidade