A pedra certa

Granito, mármore e outras pedras são ótimas opções para revestir – mas é preciso atenção na hora de escolher


Foto: Pexels - Divulgação
As pedras naturais, como o mármore, trazem mais requinte e sofisticação aos ambientes

Para quem gosta de requinte e sofisticação, além de durabilidade, utilizar pedras na hora de revestir é a opção mais indicada. Bastante comuns na construção civil, materiais como granito e mármore trazem benefícios quando comparados às peças mais simples e comuns, como porcelanato e cerâmica, mas não estão isentas de cuidados especiais e detalhes na hora de aplicação que fazem total diferença no resultado final. Para ajudar quem está construindo ou reformando e tem dúvidas sobre o assunto, o Anuário CASA ouviu especialistas e traz uma série de informações e dicas.

Foto: Favaro Jr. - Divulgação
No banheiro, o mármore pode ser usado como revestimento de parede e também na cuba, como neste ambiente

Interno ou externo?
De acordo com Ana Gonçalves, proprietária da Marmoraria Esmeralda, que atua há 48 anos no mercado de pedras, o mármore é um material mais delicado e, por isso, indicado para ambientes internos, com pouca movimentação e que receba incidência reduzida de sol, como banheiros e salas. “O mármore pode ser riscado com mais facilidade”, aponta. Já para os ambientes externos, como garagem ou jardins, a indicação de Rubens Pires Júnior, proprietário da Marmoraria Topázio, é o granito. “É uma pedra mais resistente”, explica. Além do granito, uma tendência é a utilização do quartzito, uma pedra natural e mais exótica, que possui alta resistência a intemperismos químicos e físicos.

Manutenção adequada
Para fazer a limpeza desses tipos de pedras, não é necessária nenhuma resolução mirabolante: de acordo com Ana Gonçalves, da Marmoraria Esmeralda, o bom e velho álcool, além de água e produtos neutros, já são mais do que suficientes. “Aliás, toda pedra deve ser lavada com materiais neutros, seja no chão, na parede ou qualquer outro lugar. Não precisa de nenhum produto muito rebuscado”, comenta. Produtos químicos podem manchar o granito e o mármore. Já outras pedras naturais podem ser lavados com os chamados “limpa pedras”, pois aguentam mais a ação dos produtos químicos.

DICAS DO PROFISSIONAL

Foto: Pexels - Divulgação
O mármore é mais indicado para ambientes internos com pouca movimentação, como salas e banheiros

Qual a diferença entre mármore e granito?
Ambas são pedras naturais. O granito é rocha natural ígnea formada por três minerais (mica, feldspato e quartzo) tem uma menor porosidade e é mais dura. Já o mármore é composto principalmente por minerais de calcita e pode riscar com mais facilidade.

Qual a vantagem das pedras?
Pedras como o mármore e o granito, por exemplo, têm vantagens sobre outros produtos, como porcelanato ou cerâmica, por terem uma durabilidade maior. Costumam ser mais caros do que outros revestimentos, mas compensa pela durabilidade, entre 25 a 30 anos, em média.

Quais cuidados a pessoa deve tomar antes de comprar esse tipo de produto?
Importante se atentar para a questão da impermeabilização, para não impregnar de água ou óleo nas pedras e manchar. Essa impermeabilização pode ocorrer tanto antes, ainda na marmoraria, ou depois de instalado, quando é reforçado.

Qual a importância de comprar em lugares especializados?
Além da questão da impermeabilização, comprando em lugares de qualidade a pessoa será informada adequadamente porque a mesma pedra pode ser chamada de várias formas, dependendo da região do País. Uma boa dica é ter um exemplar de amostra para comparar preços e colorações.

Fonte: Ana Gonçalves, da Marmoraria Esmeralda, e Rubens Pires Júnior, da Marmoraria Topázio

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora