Varizes também são coisas de homem

Pesquisa aponta que ocorrência de varizes em homens é um problema mais comum do que parece


Foto: Divulgação
Varizes em homens são problema comum

As varizes causam incômodo por conta da sensação de dor, formigamento, queimação e o inchaço que provocam. E engana-se quem pensa que varizes é um problema exclusivo das mulheres: a doença ocorre em muitos homens.

No Brasil, foi estimado por um estudo feito pelo Prof. Maffei, da Faculdade de Medicina da Unesp de Botucatu, que cerca de 38% dos homens possuem varizes nas pernas, na maioria das vezes pequenas, porém até 2,3% deste número, podem evoluir para quadros mais graves como a úlcera varicosa.

Veias dilatadas, calibrosas e tortuosas (nas pernas e pés) são causadas pelo seu mau funcionamento ao enviar o sangue de volta ao coração. O problema maior é o risco de evoluir para doenças mais graves, como a trombose, que interfere diretamente na qualidade de vida e autoestima – não é possível dormir por causa das dores e câimbras, além de impossibilitar, muitas vezes, a realização de exercícios.

E essas são apenas algumas das dificuldades corriqueiras para quem sofre com doenças venosas. “A principal causa do aparecimento das varizes é a herança genética. A chance de um homem ter varizes se pai ou mãe tiverem o problema é de 25%. Se ambos os pais forem afetados, este risco sobe para quase 90%”, afirma a médica cardiovascular Juliana Puggina

Os tratamentos, que visam eliminar as veias doentes para que o sangue possa circular pelas veias que estão saudáveis, são os mesmos realizados nas mulheres. Atualmente estão cada vez menos invasivos, ou seja, não necessitam de internação e exigem menor tempo para alta.

São realizados sem necessidade de corte e pontos na pele, pois acessam a veia através de uma punção de agulha guiada por ultrassom. Através disto, podem tratar as veias varicosas com cateteres que emitem luz de laser ou ondas de radiofrequência com a intenção de cauterizar a veia doente, sem retirá-la do local onde ela está. Outra alternativa é a espuma de polidocanol, um medicamento injetado na veia doente com objetivo de destruir as veias que estão prejudicando a circulação.

Ter hábitos saudáveis é uma forma essencial para se evitar varizes: praticar atividades físicas, ter uma boa alimentação, beber bastante água, não fumar e não passar muito tempo na mesma posição são algumas delas. Uma outra grande aliada, é o uso contínuo de meias de compressão, que auxiliam no retorno venoso.

SIGVARIS

Para a prevenção, o modelo Actitud de 15 – 20 mmHg de compressão é o mais indicado, enquanto para o tratamento das doenças venosas indica-se a Actitud ou Cotton Comfort de 20 – 30 mmHg. Ambos os modelos são elegantes, práticos e fáceis de usar e combinar no dia a dia, com cores sóbrias e discretas que são iguais a de uma meia comum. Em casos de dúvidas ou suspeita de doença venosa ou circulatória, consulte um médico.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!