Principais sintomas do acidente vascular

Quem tem histórico de doenças cardiovasculares, obesidade e diabetes deve fazer exames regulares


Popularmente conhecido como derrame, o acidente vascular cerebral (AVC) é a segunda principal causa de morte no Brasil, ficando atrás apenas do infarto.

Existem dois tipos: isquêmico, quando o cérebro deixa de receber o fluxo normal de sangue por um entupimento em uma das artérias; e o hemorrágico, em que há o rompimento de uma dessas artérias – causando a hemorragia no sistema nervoso central.

Foto: Freeimages.com
O reconhecimento dos sinais é essencial para que o tratamento seja recebido a tempo e o risco de sequelas reduzido

Há ainda o ataque isquêmico transitório (AIT), que acontece quando, durante um curto espaço de tempo, o fluxo de sangue em direção ao cérebro é interrompido, caracterizando uma versão menor do AVC.

Os principais sinais do AVC são: dificuldade de falar, perda de força ou formigamento nos braços e pernas, dores de cabeça insistentes, perda de visão sem motivo aparente, “queda” facial em um dos lados ou um sorriso assimétrico, dificuldade para andar.

Segundo Marcus Tulius, neurologista, saber reconhecer os sintomas e buscar ajuda médica o mais rápido possível são medidas essenciais para aumentar as chances de tratamento. Isso porque as terapias usadas para prevenir as sequelas e o óbito em relação ao AVC só podem ser utilizadas se o paciente chegar com menos de 4h30 ao hospital habilitado.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora