Má postura causa dores nas costas em público jovem

Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, peso de uma mochila deve comportar até 10% do peso de uma pessoa


Segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), o peso de uma mochila deve comportar até 10% do peso de uma pessoa, uma vez que é necessário evitar o sobrepeso nas costas.

Conforme a entidade, se o estudante tem 50 quilos, é preciso considerar a soma de todos os matérias para que não passe de cinco quilos. Preocupados com os danos que o excesso de peso pode causar na coluna, especialistas alertam sobre a importância da criança não fazer grandes esforços ao carregar a mochila, pois essa deve permitir conforto no momento de transportá-la nas costas.

Foto: Pixabay
Mochilas devem ter até no máximo 10% do peso da pessoa que a carrega

Segundo eles, o mau uso pode provocar dores nas costas, como, por exemplo, quando a criança carrega a mochila utilizando apenas uma alça. Eles afirmam que essa não é uma postura adequada, podendo ocasionar sobrecarga mecânica na musculatura e articulações.

Os especialistas aconselham o uso de mochilas de rodinhas, uma ótima opção para acabar com o peso nas costas. Outra opção é diminuir a quantidade de materiais, como livros e cadernos que não serão utilizados naquele dia.

Segundo diretor pedagógico, o educando permanece dentro de uma instituição escolar no mínimo cinco horas durante o período letivo diário. Em razão disso, ocorre por parte do aluno a má postura, que, por sua vez, provoca dores e lesões, sem contar a fraqueza ocasionada pela fadiga muscular.

Os estudantes se sentam de diversas formas, mas raramente da forma como se deve. Exemplos de posturas incorretas são: a cabeça está sempre apoiada no encosto e as costas no assento; apoiam as pernas na carteira da frente; e além disso ainda se curvam diante dos cadernos no momento de realizar as atividades.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora