Harmonização facial: perfeita simetria

Procedimento de harmonização facial é a união de um conjunto de tratamentos realizados para melhorar a simetria do rosto


Você já parou para pensar o que torna um rosto bonito? A forma como os traços se relacionam entre si é, provavelmente, o principal fator que consegue alcançar aquilo que é entendido como beleza. É possível, por meio de procedimentos estéticos, aprimorar o equilíbrio do rosto e assim potencializar o belo.

Chama-se harmonização facial o conjunto de tratamentos realizados para melhorar a simetria entre as partes do rosto. O médico Amarilho Soares Júnior, da clínica Vie Privilège, explicou que é possível trabalhar em partes como nariz, lábios, queixo, linha da mandíbula, malar e na “linha do blush”, zona do rosto chamada de zigomático.

Foto: Adobe Stock
É possível corrigir olheiras profundas, valorizar os lábios sem que necessariamente haja um aumento do volume, melhorar os ângulos da face de acordo com a necessidade de cada indivíduo

Os tratamentos para a harmonização facial são feitos com a aplicação de ácido hialurônico para preencher de forma a se valorizar as formas da face, bem como tratar sinais da idade. O ácido hialurônico é uma substância que faz parte do colágeno e que já é presente naturalmente no organismo.

Ele serve como um suporte natural à sustentação dos tecidos, e através de sua aplicação é possível repor os volumes perdidos com o passar dos anos. O ácido hialurônico também promove uma hidratação profunda da pele, já que ele é responsável por reter água no interior dos tecidos.

“Assim, é possível corrigir olheiras profundas, valorizar os lábios sem que necessariamente haja um aumento do volume, melhorar os ângulos da face de acordo com a necessidade de cada indivíduo. É possível deixar um homem com uma aparência mais masculina e uma mulher com formas que valorizem sua beleza”, exemplificou o médico.

A diferença pode ser notada imediatamente após o procedimento. Os resultados iniciais começam a aparecer ao final da aplicação do ácido, mas com o passar do tempo ocorre a acomodação da substância nos locais aplicados. Em alguns casos, o resultado final é alcançado em até 30 dias.

“O procedimento é realizado em consultório com auxílio de anestésico tópico (creme), e logo após o paciente pode voltar a rotina normal, em geral sendo necessário apenas cuidados como higiene local e, para os mais sensíveis, compressas de gelo”, orientou o profissional da Vie Privilège.

Para quem é indicado

Quem pode fazer a harmonização facial? Ela é indicada para todas as pessoas, contudo algumas condições especiais tornam o paciente inapto para o procedimento. O tratamento não é indicado para pessoas que estejam em tratamento de doenças autoimunes, que apresentem infecções nos locais da aplicação, alérgicos a algum componente da fórmula e gestantes no primeiro trimestre – após esse período, a harmonização pode ser realizada mediante liberação do obstetra.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora