Fake news atrapalham prevenção de doenças

Quais são as verdadeiras ameaças e qual o melhor caminho para cuidar do coração? Ouça a entrevista


As doenças cardiovasculares tem sido a principal causa de morte no mundo. Mais pessoas morrem anualmente por essas enfermidades do que por qualquer outra causa. O assunto é sério e muita gente, às vezes com o objetivo de ajudar no alerta, acaba compartilhando informações não apuradas, de forma que uma série de fake news rondam os grupos de mensagens e a internet em geral sobre a saúde do coração.

Para aumentar a conscientização da população sobre os perigos da negligência com o órgão vital e a importância de manter hábitos saudáveis com tratamento médico, comemorado no dia 29 de setembro – Dia Mundial do Coração.

Nesta segunda-feira (30), no programa Liberal No Ar, transmitido pelas emissoras de rádio VOCÊ (AM 580) e FM Gold (94.7 FM), o chefe da Unidade Centro de Infusão e Hospital Dia do Instituto do Coração/USP, Dr. Múcio Tavares Jr. explicou detalhes sobre o assunto.

A melhor maneira de prestar socorro para uma pessoa que está infartando é ligar para uma ambulância no número 192 ou levá-la ao pronto socorro mais próximo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora