O que fazer em caso de picadas de escorpiões

Locais sujos, com infestação de baratas e ratos, atraem mais facilmente animais peçonhentos


Foto: Adobe Stock
Os tipos de escorpião mais perigosos são o escorpião amarelo, marrom, amarelo do nordeste e escorpião preto da Amazônia

A picada de escorpião, na maioria das vezes, causa poucos sintomas, como vermelhidão, inchaço e dor no local da picada. Entretanto, alguns casos podem ser mais graves, causando sintomas generalizados, como enjoo, vômitos, dor de cabeça, espasmos musculares e queda da pressão, havendo, até, risco de morte.

Os tipos de escorpião mais perigosos são o escorpião amarelo, marrom, amarelo do nordeste e escorpião preto da Amazônia, mas a gravidade do quadro depende, também, da quantidade de veneno que foi injetada e da imunidade de cada pessoa.

Para aliviar a dor e a inflamação no local da picada, é recomendada a aplicação de compressas com água morna, e o uso de analgésicos ou anti-inflamatórios, como dipirona ou ibuprofeno, por exemplo, receitados pelo médico. Em pacientes com sintomas mais graves, é necessário o uso do soro antiescorpiônico, que será prescrito pelo médico do pronto atendimento, para cortar o efeito do veneno no organismo. Nestes casos, também é feita a hidratação com soro fisiológico na veia e observação por algumas horas, até os sintomas terem desaparecido.

PREVENÇÃO. Para prevenir a picada de escorpião, é recomendado tomar alguns cuidados em casa, como manter a casa limpa, retirando acúmulos de sujeira atrás de móveis, cortinas e tapetes; limpar o quintal ou jardim, para evitar acúmulo de entulhos e lixo nestes locais; evitar andar descalço ou colocar as mãos em buracos ou frestas; manter animais como galinha, coruja, gansos ou sapos no quintal, pois são predadores dos escorpiões; inspecionar roupas e calçados antes de usá-los.

Primeiros socorros
Lavar o local da picada com água e sabão; Manter o local da picada voltado para cima; Não cortar, furar ou apertar o local da picada;Beber bastante água; Ir o mais rápido possível a um pronto-socorro ou ligar para o SAMU 192.

Principais sintomas
Dor e inflamação no local da picada, com vermelhidão, inchaço e calor local que dura de algumas horas até 2 dias, mas, em casos podem acontecer sintomas mais graves, como:

Enjoo e vômitos; Tontura; Dor de cabeça; Tremor e espasmos musculares; Suor; Palidez; Sonolência ou agitação; Pressão baixa ou pressão alta; Batimentos cardíacos acelerados ou fracos; Falta de ar. Em casos muito raros, a picada de escorpião pode causar até arritmias e parada cardíaca, que podem levar a morte, se a pessoa não for rapidamente atendida e tratada.

Tipos de escorpião: A melhor maneira de saber se é muito venenoso é, se possível, capturar e levar o animal para ser identificado, no pronto-socorro

Escorpião Amarelo
Apresenta coloração amarelo-claro, com manchas mais escuras no dorso e cauda, e mede até 7 cm de comprimento. É o escorpião mais perigoso, e sua picada causa dor e dormência, podendo levar a náuseas, vômitos, suor e arritmias, principalmente em crianças e idosos.

Escorpião Marrom
Tem coloração marrom-escuro ou marrom-avermelhado, com patas amarelas e manchadas, e mede cerca de 7 cm. É muito encontrado em regiões úmidas, e sua picada causa muita dor, dormência, náuseas e mal-estar.

Escorpião do Nordeste
Possui uma coloração amarelada, com uma linha mais escura no centro, e um pequeno triângulo mais escuro em sua cabeça. Geralmente causa quadros leves, com dor e dormência no local da picada.

Escorpião preto da Amazônia
Tem uma coloração escura, quase negra, e mede cerca de 8,5cm. Sua picada causa intensa dor e inflamação local, com sensação de ferroada e queimação, além de poder causar sintomas graves, como, arritmias, tonturas, falta de ar e sonolência.

Fonte: tuasaude.com/primeiros-socorros-para-picada-de-escorpiao

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!