‘GoT’ lidera indicações para o Emmy 2019

Favorita absoluta, a série "Game of Thrones", da HBO, concorre em 32 categorias - um recorde na história da premiação


Foto:
É a última vez que “Game of Thrones” competirá no Emmy, já que a série se encerrou em junho deste ano

Considerado o “Oscar da televisão”, o prêmio Emmy será realizado neste domingo, 22, em Los Angeles, nos Estados Unidos – no Brasil, a cerimônia será exibida pela TNT a partir das 21h. Favorita absoluta, a série “Game of Thrones”, da HBO, concorre em 32 categorias – um recorde na história da premiação.

Com mais de 100 categorias, o Emmy é dividido em duas partes. Na primeira, voltada às artes criativas, são anunciados os vencedores de categorias técnicas, como melhor composição musical e melhor elenco de uma série dramática. A grande vencedora desta primeira etapa, realizada nos últimos sábado, 14, e domingo, 15, foi GoT, que levou para casa dez prêmios.

O bom desempenho da série na premiação não é novidade. Desde o seu lançamento, em 2011, “Game of Thrones” conquistou 47 estatuetas Emmy, tornando-se a maior vencedora da história. Em 2015, com a quinta temporada, a série faturou 12 prêmios em uma única edição – marco que deve ser ultrapassado neste domingo.

É a última vez que “Game of Thrones” competirá no Emmy, já que a série se encerrou em junho deste ano. O controverso último episódio da produção, “The Iron Throne”, concorre a um dos principais prêmios da noite: o de roteiro.

Boa parte das indicações da série vem da atuação de seu elenco. Kit Harington (Jon Snow) e Emilia Clarke (Daenerys Targaryen) concorrem nas categorias de melhor ator e atriz em uma série de drama, pelos episódios “The Iron Throne” e “The Last of The Starks”, respectivamente.

Lena Headey (Cersei Lannister), Sophie Turner (Sansa Stark), Maisie Williams (Arya Stark), Nikolaj Coster-Waldau (Jaime Lannister) e Peter Dinklage (Tyrion Lannister), por sua vez, foram indicados para os prêmios de melhor ator/atriz coadjuvantes em uma série de drama.

Mais três atores de GoT concorrerão aos prêmios. Sem receber indicação da HBO, Alfie Allen (Theon Greyjoy), Gwendoline Christie (Brienne de Tarth) e Carice Van Houten (Melisandre) se autoinscreveram para o prêmio, pagando uma taxa de US$ 225 (R$ 840).

Apesar do favoritismo, “Game of Thrones” não deve ter um caminho fácil. Muitas séries premiadas, como “The Big Bang Theory” e “Veep”, também chegaram ao final neste ano. Além disso, as sequências de “The Marvelous Mrs. Maisel” e “Fleabag”, da Amazon, também estão bem cotadas.

Vencedora de melhor série de comédia em 2018, “The Marvelous Mrs. Maisel” recebeu 20 indicações para o Emmy 2019. Ela lidera a competição dentro do gênero. Já “Fleabag” concorre em 9 categorias.

O destaque fica por conta da minissérie limitada da HBO, “Chernobyl”, lançada neste ano e bem recebida por público e crítica. Em formato de ficção, a produção reconta o desastre na usina nuclear russa. A série, que conta com o ator Jared Harris (“The Crown”), foi indicada em 19 categorias do Emmy.

Prévias

As prévias do Emmy também renderam prêmios ao documentário “Free Solo” e à série limitada “Chernobyl”, que levaram sete estatuetas cada. O documentário “Leaving Neverland” venceu um prêmio e RuPaul foi eleito melhor apresentador de reality show.

Beyoncé, que ganhou seis indicações com seu documentário “Homecoming”, voltou para casa de mãos vazias. O desenho “Os Simpsons” levou a estatueta de melhor série de animação, enquanto a série “Queer Eye” venceu quatro prêmios da noite.

Evento

Neste ano, os produtores da transmissão televisiva do prêmio Emmy decidiram realizar a cerimônia sem um apresentador. A escolha segue o Oscar, que também optou pelo mesmo modelo em sua última edição.

A justificativa é que, sem um apresentador, a cerimônia poderá dedicar mais tempo à celebração de séries populares que acabaram recentemente, afirmou um executivo da Fox, canal responsável pela transmissão nos Estados Unidos, em agosto.

No Brasil, o Emmy será transmitido na televisão e na internet pela TNT. Na TV paga, a exibição ao vivo tem início às 20h, antes da cerimônia. Haverá uma reprise na próxima segunda-feira, 23, na grade de programação da manhã. Na internet, a TNT exibe o evento no aplicativo TNTPlay, disponível para Android e iOS. A transmissão começa às 19h, com a cobertura do tapete vermelho.

A emissora também vai exibir a cerimônia em uma live, que será transmitida no YouTube e no Twitter. O apresentador Didi Effe comanda a programação, acompanhado de convidados especiais. As lives começam às 20h. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora