09 de agosto de 2022 Atualizado 22:06

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Turismo

Campos do Jordão!

2 ou 3 dias são suficientes para conhecer o básico de Campos do Jordão, por isso, quem viaja para a cidade em um fim de semana poderá fazer muitas das atividades oferecidas

Por Camille Panzera - Melhores Destinos

26 de junho de 2022, às 11h07 • Última atualização em 26 de junho de 2022, às 11h08

Campos do Jordão é um dos destinos queridinhos do Brasil, ótima opção o ano inteiro, principalmente no inverno! É um lugar cercado pelo charme das montanhas, influenciado pela cultura europeia, cheio de restaurantes e atividades para pessoas de todas as idades.
A cidade paulista, cercada pelas montanhas verdes da região serrana, encanta há anos aqueles que decidem descobrir e redescobrir suas paisagens e atrações. Ótima para sair da rotina, respirar ar puro e ter contato com a natureza, Campos do Jordão é sempre uma experiência agradável e um destino que sempre tem novas atividades! Ela está localizada na região da Serra da Mantiqueira, no Estado de São Paulo.

Ter um carro é uma forma muito prática de se deslocar pela cidade. Veja se seu hotel ou pousada possui estacionamento. Para ir a Campos do Jordão, o trajeto mais rápido costuma ser através da Rodovia Ayrton Senna, mas também é possível ir pela rodovia Presidente Dutra. Ambas têm cobrança de pedágios.

Destino pode ser visitado o ano inteiro, mas é com a chegada do inverno que o lugar vive os seus dias mais animados. As temperaturas mais baixas correspondem com a alta temporada na cidade: de junho a agosto, sobretudo em julho, as hospedagens costumam ser mais caras e o trânsito pode ser bem incômodo, mesmo se tratando de uma cidade pequena. Para encontrar Campos do Jordão mais vazia, vale visitá-la durante a meia estação, como em maio ou outubro, ou também no verão, quando a cidade continua linda e tem menos gente.

Hospedagem

Uma das principais dúvidas de quem visita Campos do Jordão é relativa à hospedagem na cidade, que tem uma enorme variedade de pousadas, parte delas localizada no Capivari e parte em bairros mais afastados. Para quem quer fazer atividades a pé e estar perto de restaurantes e do comércio, o ideal é ficar próximo ao Capivari. Já para quem busca mais tranquilidade e quer ter contato com a natureza, vale a pena buscar uma acomodação mais afastada, que ofereça integração com a natureza e vista para as montanhas. Os chalés são uma boa sugestão para quem quer uma experiência romântica, mas também há uma enorme variedade de pousadas com uma atmosfera intimista, charme e conforto.

Ao avaliar onde ficar na cidade coloque na balança qual será o seu meio de transporte para os deslocamentos. Se você está sem carro, ficar no Capivari poderá ser mais cômodo. Se estiver com carro próprio, poderá ficar mais afastado do Centro sem problemas e ainda curtir a tranquilidade das montanhas.

O que fazer em Campos do Jordão

Parque Capivari e teleférico

Foto: Divulgação – Parque CapivariFoto:

O Parque Capivari está localizado no centrinho turístico, chamado Capivari, onde estão várias lojas, cafeterias, além do Boulevard Geneve, uma viela com edifícios de estilo enxaimel, uma técnica de construção europeia, bastante utilizada na Alemanha. É um lugar bem centralizado, ótimo para um passeio ao ar livre, para fazer algumas compras ou tomar um chocolate quente. O parque não é grande, mas tem um lago onde você pode alugar pedalinhos, a estação de onde parte a Estrada de Ferro de Campos do Jordão, uma roda gigante e o teleférico, que faz o trajeto entre a cidade e o alto do Morro do Elefante, que oferece uma vista panorâmica da cidade.

Visitar o Amantikir

O Amantikir é um parque com jardins muito bem cuidados, com diversas variedades de plantas e uma bela vista para as montanhas da região. É ótimo para um passeio ao ar livre em um agradável dia de sol, possui uma lanchonete para lanches e jardins realmente lindos!

Romantik Dalen

Romantik Dalen. Foto: DivulgaçãoFoto:

A nova atração vem conquistando muitos casais que gostam de fazer registros fotográficos da viagem. O Romantik Dalen é um parque no Centro da cidade, com entrada gratuita, que tem uma ponte decorada com guarda-chuvas. A ponte foi inspirada na Pont des Artes de Paris, e hoje tem cadeados para selar o amor dos casais. O local também tem uma capela, inspirada nas de Las Vegas, onde se faz renovação de votos, e oferece ainda o voo cativo de balão (com balão preso por cordas).

Passeio de bondinho

Local histórico para a cidade, a Estrada de Ferro Campos do Jordão foi criada por médicos, para transporte de pacientes que visitavam a cidade. Hoje funciona no local um passeio de bondinho turístico, que faz um trajeto muito bacana para conhecer Campos. Os bondinhos saem da Estação Emílio Ribas e vão até a Vila Abernéssia, percorrendo em torno de 4 km, ou até o portal da cidade. Em determinadas épocas do ano a estrada de ferro também tem passeios de Maria Fumaça.

Conhecer a Ducha de Prata

Ducha-de-Prata. Foto: Márcio MasulinoFoto:

A Ducha de Prata é um parque muito tradicional de Campos do Jordão. Cercado por árvores, ele conta com várias duchas artificiais. O lugar costumava ser usado para o banho de antigos visitantes da cidade e hoje é um espaço com várias plataformas de madeira para andar por entre duchas, em que você pode tirar fotos ou fazer trilhas. Próximo das duchas também ficam algumas barracas que vendem presentes.

Noite de fondue

Foto: Matheus Bertelli – PexelsFoto:

Nada melhor do que passar uma noite em Campos do Jordão curtindo o friozinho e uma fondue. De origem suíça, a fondue é um prato muito popular na cidade, servido em diversos restaurantes e que agrada a gregos e troianos com suas dezenas de variedades e acompanhamentos. Você pode provar a tradicional fondue de queijos, mas a fondue de chocolate e carnes também são ótimas pedidas!

Parque Pico do Itapeva

Parque Pico do Itapeva; Foto: Almir AlmeidaFoto:

O Pico do Itapeva é uma das montanhas nos arredores de Campos do Jordão e um bom passeio ao ar livre, com a recompensa de, ao atingir seu ponto mais alto, poder apreciar uma linda vista da serra. O parque é privado e atualmente conta com uma plantação de lavandas e um deck de onde você pode tirar fotos da região. O ideal é visitá-lo em um dia de tempo aberto e poucas nuvens para poder admirar melhor seu visual

Mosteiro de São João

Mosteiro de São João. Foto: DivulgaçãoFoto:

Localizado em um bosque bem próximo ao centro e no caminho para o Palácio Boa Vista, o mosteiro é um lugar encantador que vale a visita, seja para apreciar os belos jardins ou para um momento de descanso ou meditação junto ao pequeno lago ou à gruta. Todos os dias, às 17h45, é possível ver a oração das monjas, com canto gregoriano. É emocionante a suavidade do canto das religiosas, que dura 40 minutos e torna o passeio imperdível!

Chocolates

Clima frio e cidade serrana combinam muito bem com chocolates e Campos do Jordão não é uma exceção. Há muitas chocolaterias pela cidade onde você pode encontrar barrinhas, bombons e trufas de vários sabores, além de tomar um maravilhoso chocolate quente nos dias mais frios. Algumas boas opções são as chocolaterias Bruno Alves, Bourbon, Araucária, Platanus, Caramello, Sabor Chocolate e Toco. Também merece uma visita à fábrica e loja temática da Cacau Show na cidade.

Fazendinha Toriba

Outra atração famosa entre as famílias com crianças é visitar a Fazendinha Toriba, uma propriedade com 300.000 m2, com muita área verde e que oferece contato com diversos animais. A propriedade também tem horta orgânica, um lago, espaço para piquenique, redário e playground. Entrada: entre R$ 40 e R$ 50 a inteira (o valor varia dependendo da temporada).

Visitar a Vila Abernéssia

Vila Abernéssia. Foto: WikipédiaFoto:

O nome Abernéssia nasceu como homenagem a duas cidades escocesas: Aberdeen e Inverness. A ideia partiu do fundador do bairro, o escocês Robert John Reid. Principal bairro comercial de Campos do Jordão, ele concentra grandes lojas e supermercados da cidade. Quer economizar nas compras ou restaurantes? Este é o lugar! A Abernéssia é sede da Campos do Jordão mais “comum”, com sua praça, mercado municipal e igreja matriz, como qualquer cidadezinha do interior de São Paulo.

Publicidade