13 de agosto de 2020 Atualizado 08:13

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Turismo

Bahamas anuncia plano para reabrir

As Ilhas se preparam para retomar o turismo internacional quarta, 1º de julho de 2020 com novos protocolos de saúde e segurança

Por Redação

01 jul 2020 às 21:51 • Última atualização 01 jul 2020 às 22:12

O Ministério do Turismo e Aviação das Bahamas, juntamente com o Comitê de Prontidão e Recuperação do Turismo – um grupo composto por parceiros do setor público e privado – anunciou um plano colaborativo para reabrir as fronteiras e o setor de turismo do país, bem como a retomada das viagens comerciais internacionais a partir de quarta-feira, 1 de julho.

Uma conferência de imprensa forneceu detalhes do “Plano de Prontidão e Recuperação do Turismo” para ser usado como um guia abrangente e aprovado do protocolo de saúde e segurança a ser seguido de forma consistente em todo o País.

A reabertura das fronteiras continuará sendo monitorada e orientada pelas autoridades do governo e da saúde das Bahamas – Foto: Divulgação

Desde procedimentos relacionados à entrada e saída das Bahamas por meio de aeroportos e portos marítimos, até um programa de certificação “Clean & Pristine” (Limpo e Original, em português) implementado em hotéis, restaurantes e outras entidades e pontos de contato voltados ao consumidor, o plano descreve extensos protocolos de saúde e segurança que serão aplicados nas Bahamas para mitigar os riscos para todos os visitantes e residentes.

“Nossa principal prioridade é e sempre será nosso compromisso com a saúde e o bem-estar de nossos residentes e visitantes”, disse Joy Jibrilu, diretora geral do Ministério de Turismo e Aviação das Bahamas. “Devemos lembrar que estamos vivendo uma nova normalidade na esteira da COVID-19 e muita coisa vai mudar no setor de turismo. Estamos dando uma ênfase ainda maior em garantir uma Bahamas segura e limpa para todos, e esperamos mais uma vez proporcionar aos viajantes a experiência tropical pela qual nossas ilhas são conhecidas”, declarou.

ABORDAGEM EM FASES
A economia do turismo das Bahamas voltará gradualmente, seguindo uma abordagem estratégica em fases, que garante a aderência de procedimentos críticos sanitários e de segurança e que o setor de saúde permaneça bem equipado e pronto para responder conforme necessário.

A Fase 1, iniciada em 15 de junho de 2020, permitirá que embarcações internacionais, iates e aviações privadas retornem ao destino.

  • Esses grupos menores permitirão um segmento mais controlado para testar as novas medidas do País.
    Durante essa fase, as companhias aéreas comerciais poderão trazer cidadãos das Bahamas, residentes legais, proprietários de residências qualificadas para residência econômica permanente, ou os familiares imediatos e entes queridos de qualquer um desses grupos.
  • Todas as pessoas que retornarem continuarão tendo que se registrar na embaixada ou consulado das Bahamas e obter um teste COVID-19 com resultado negativo.
  • Prevê-se que durante esse período haverá um cronograma reduzido de voos, à medida que as companhias aéreas começarem a adicionar as Bahamas às rotas novamente.
    Além disso, durante a fase 1, os hotéis serão reabertos para que os funcionários retornem ao trabalho e implementem todas as medidas necessárias para garantir que estejam prontos para receber os hóspedes no início da fase 2.

A Fase 2, a partir de 1º de julho de 2020, permite a retomada das viagens internacionais, incluindo:

  • Linhas aéreas comerciais, internacionais e domésticas;
  • Hotéis e aluguéis de temporada, incluindo Airbnb e HomeAway;
  • Transporte variando de táxis para ônibus.
    O calendário das outras fases e setores será anunciado em breve.

O que os viajantes devem esperar
Os viajantes deverão seguir a “Campanha do Viajante Saudável” (Healthy Traveler Campaign) das Bahamas, que incentiva visitantes e moradores a continuarem praticando medidas de distanciamento social, lavando as mãos regularmente ou usando desinfetantes para as mãos, e utilizando proteção apropriada, como máscaras, assim como fazem com seus trajes de banho e protetor solar.

Nos aeroportos e portos marítimos as avaliações de temperatura de todos serão realizadas por assistentes de saúde. As pessoas deverão usar uma máscara facial em qualquer situação em que seja necessário aplicar diretrizes de distanciamento físico, como ao entrar e transitar por terminais aéreos e marítimos, enquanto navega nas verificações de segurança e alfandegárias e na solicitação de bagagem.

Ao partir, os voos serão programados para todos os outros portões, a fim de fornecer a maior distância possível entre eles, e será fornecido maior tempo para o embarque, a fim de garantir que o distanciamento físico possa ser mantido.

Novos procedimentos presentes na ilha incluem

Acomodações:

  • Hotéis, resorts e aluguéis de férias aplicarão extensos protocolos de saúde e segurança, como limpeza aprimorada de quartos, espaços públicos e áreas de alto ponto de contato e horários regulamentados;
  • Desinfetantes para as mãos estarão disponíveis em todas as propriedades;
  • Os pontos de verificação da temperatura e monitoramento da saúde dos funcionários serão reforçados;
  • O número de indivíduos nos elevadores de uma só vez será limitado;
  • Papéis desnecessários nas acomodações serão eliminados.

Táxis e carros independentes:

  • Passageiros e motoristas devem usar máscaras o tempo todo ao longo de sua viagem;
  • Os veículos devem reduzir o número máximo de pessoas em 50% (os sedans podem transportar até duas pessoas e os SUVs até quatro) e os passageiros não devem andar no banco da frente.

Excursões, passeios, atrações locais e compras:

  • As empresas devem estabelecer um número máximo de participantes e limitar a duração de cada visita para permitir o distanciamento social;
  • Quando possível, os hóspedes serão incentivados a usar equipamentos pessoais (como equipamento de mergulho) e as empresas terão itens disponíveis para compra;
  • Os hóspedes não poderão tocar nos produtos, a menos que com a intenção de comprar, e as vendas sem dinheiro e com cartões e outros dispositivos de pagamento serão incentivadas;
  • As cadeiras de praia devem ser organizadas para permitir um distanciamento social de um metro e meio entre unidades familiares;
  • Um cronograma de limpeza e uma lista de verificações regulares devem ser estabelecidos, revisados e mantidos.

Operações de navios e balsas

  • Os funcionários devem usar uma máscara facial impermeável durante todas as interações com os passageiros e onde outras medidas de distanciamento social sejam difíceis de manter;
  • O número máximo de pessoas permitidas a bordo será reduzido em 50% e os assentos poderão ser nomeados para garantir o distanciamento adequado;
  • A higienização das embarcações deve ocorrer antes que qualquer passageiro embarque no navio e entre todas as trocas de viajantes. Todas as superfícies de toques frequentes devem ser limpas constante e consistentemente durante o passeio e ao final de cada dia.

Restaurantes, serviços de comidas e bebidas

  • Os buffets serão descontinuados até novo aviso. Todas as refeições devem ser individuais ou previamente embaladas;
  • As empresas devem utilizar menus descartáveis ou oferecê-los em monitores e placas de vídeo estáticas;
  • Os funcionários devem usar EPIs (máscara e luvas descartáveis).

Fonte: www.bahamas.com