25 de outubro de 2020 Atualizado 18:36

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Pet

Vantagens e desvantagens das plantas artificiais para aquário

Elas podem até não requerer maior atenção, mas em contrapartida não oferecem a mesma vitalidade

Por Redação

16 out 2020 às 11:20

As plantas naturais, assim como as plantas artificiais para aquário, possuem vantagens e desvantagens. Normalmente aquários de água doce contêm plantas para os peixes se sentirem mais próximos de seu habitat e também para oferecer a eles um local para se esconderem e se sentirem seguros.

aquário – Foto: Imagem de Irina_kukuts por Pixabay

Porém, existem diferenças entre elas, surgindo assim a dúvida sobre qual das opções se torna mais viável. Para isso, a Agrosete separou os principais pontos a serem considerados por cada uma delas. Confira:

Plantas naturais
As plantas naturais para aquários podem oferecer um ambiente mais próximo do habitat do peixinho, mas demandam maior cuidado na manutenção do aquário, porque é necessário realizar podas com frequência por não terem um controle de crescimento adequado.

Também demandam uma iluminação adequada, substrato fértil que ofereça os nutrientes que necessitam, suplementação líquida e até mesmo a injeção de CO2 diretamente no aquário.

Na decoração do aquário, as raízes podem dificultar a organização, pois as raízes das plantas poderão dificultar o processo. Além disso, deve-se observar quais plantas são compatíveis com a espécie de peixe escolhida.

Plantas artificiais
Aquários com plantas artificiais podem perder em questões de beleza em relação aos que possuem plantas naturais. Apesar de serem, em sua maioria, feitas de plástico, algumas podem parecer quase reais e também proporcionam a sensação de abrigo e um ambiente realista mais próximo do habitat dos peixes.

As plantas artificiais para aquário, num primeiro momento, podem até parecer mais práticas, pela facilidade que têm de serem removidas para limpeza, por poderem ser substituídas e por possuírem uma durabilidade muito maior em relação às plantas naturais.

Entretanto, ainda que sejam projetadas para fixarem-se no cascalho, pode acontecer de flutuarem até o topo do aquário por conta do seu fundo de plástico. Existem plantas artificiais para aquário que possuem peso suficiente para continuarem no lugar onde são colocadas e parecerem reais, mas dependendo do tamanho podem ser mais caras.

Além disso, por não possuírem propriedades naturais, demandam a remoção de algas, troca parcial de água no aquário e cuidados na manutenção geral com uma frequência maior.

Por último, por serem artificiais, existe um grande risco de que o material com que são feitas seja prejudicial à saúde dos peixes. Portanto é preciso ter certeza de que ao escolher a planta artificial, ela seja específica para a finalidade.

Conclusão
Para a Agrosete, plantas artificiais pode até não requerer maior atenção, esforço, estudo, dedicação e tempo, nem investimento em substrato fértil, fertilizante e iluminação favorável, mas em contrapartida, nunca oferecerão a mesma vitalidade, qualidade de vida e segurança que as plantas naturais são capazes de oferecer aos peixes.

Ambas possuem vantagens e desvantagens, mas bem-estar dos peixinhos é o mais importante. Desta forma, a escolha vai do ponto de vista do aquarista.

Agrosete

Telefone: (19) 3873-3913
WhatsApp: (19) 97402-0790
E-mail: contato@agrosete.com.br
Endereço: Rua Dom Barreto, 650, Centro de Sumaré
Atendimento: segunda a sexta-feira, das 9h às 18h e sábado, das 9h às 13h

Publicidade