02 de março de 2021 Atualizado 22:34

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Agrosete

Entenda a importância da hidratação dos pets

Agrosete citou algumas dicas para manter a saúde dos animais em dia com uma boa hidratação

Por Redação

26 dez 2020 às 09:39

A água é um dos elementos vitais para que o animal consiga executar, de maneira adequada, todo os processos que envolvem o funcionamento do organismo e que são indispensáveis para seu desenvolvimento mental e físico. Ela também é indispensável para o crescimento e fortalecimento de suas defesas contra diversas doenças.

Hidratação é indispensável para o crescimento e fortalecimento das defesas dos pets – Foto: Imagem de Matan Ray Vizel por Pixabay

Como 60% do peso total de um cão ou um gato adulto é composto por água, é justamente devido a isso que a hidratação do pet é tão importante para manter a saúde do seu animal em dia.

Por isso, a Agrosete separou algumas dicas para ajudar nesse processo tão importante para o pet. Confira:

Recomendações
De modo geral, a quantidade de água necessária depende do peso dos animais. O adequado são 60 mililitros por quilo, contudo esse volume tende a aumentar em temperaturas altas, já que nesses casos o bichinho pode desidratar mais facilmente.

Além disso, filhotes ou animais que possuem idade avançada requerem um cuidado especial, pois sofrem mais por desidratação.

Ao levar seu animal para passear é importante levar uma garrafa de água fresca e limpa para que a hidratação do pet seja adequada. Em dias quentes, também é aconselhável reduzir o tempo dos exercícios.

E caso tenha que ficar algum período longe ou viajar, faça pausas para oferecer água ao bichinho de estimação.

Como oferecer
Ofereça água em um recipiente grande para garantir que a hidratação seja completa e para evitar que o pet continue com sede depois de beber água. Esse é um dos principais problemas quando o recipiente é pequeno.

Em dias quentes, é essencial que você sirva água em um local que tenha sombra, já que o animal pode ter problemas, caso venha a ingerir água quente. O ideal é servi-la em ambiente fechado, para evitar que o líquido seja contaminado com bactérias que podem existir ao ar livre.

Também é muito importante que a água seja trocada com regularidade e que o recipiente esteja em perfeitas condições.

E quando o pet não quer beber água?
Apesar de ser incomum, essa situação pode ocorrer mais com os cães, por isso é importante estar atento e tomar algumas providências.

Algumas dicas são: adquirir uma fonte de água; alimentá-lo com uma ração leve; ou oferecer ao animal alimentos úmidos em sachês ou enlatados, que são nutritivos e, além de hidratá-los, substituem até mesmo uma refeição.

Caso nenhuma das recomendações anteriores funcionem, leve-o ao veterinário o mais rápido possível.

Eliminação de líquidos
É importante destacar que o organismo dos animais não é similar ao nosso, desta maneira, o processo de sudorese ocorre de forma totalmente diferente.

Principalmente em relação aos cães, cuja capacidade de eliminação das toxinas através da pele se encontra totalmente limitada devido às almofadinhas que possuem debaixo das suas patinhas. Assim, a única maneira de eliminar os líquidos da sua pele é por meio da urina.

Desta forma, ofereça água fresca e límpida para o seu pet, senão ele pode sofrer danos que prejudicarão a sua saúde.

Agrosete

Telefone: (19) 3873-3913
WhatsApp: (19) 97402-0790
E-mail: contato@agrosete.com.br
Endereço: Rua Dom Barreto, 650, Centro de Sumaré
Atendimento: segunda a sexta-feira, das 9h às 18h e sábado, das 9h às 13h

Publicidade