01 de dezembro de 2020 Atualizado 14:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Estratégia

Volkswagen Nivus surge como alternativa aos SUVs compactos

Modelo usa a base do Polo para ser uma alternativa mais esportiva e tecnológica aos SUVs compactos

Por Eduardo Rocha / Auto Press

21 nov 2020 às 15:28 • Última atualização 21 nov 2020 às 15:29

Para amplificar o aspecto de novidade, muitos fabricantes tentam enquadrar seus lançamentos em um segmento inédito. Em alguns casos, como o Volkswagen Nivus, essa categoria não é nem muito bem definida, mas ainda assim transmite a ideia de novidade.

O Nivus surge como uma alternativa aos SUVs compactos, quase todos com aparência de hatch vitaminado. O modelo tem como base o Polo ‑ com quem compartilha todas as peças desde a coluna dianteira até a porta traseira, incluindo o interior ‑, o que facilitou bastante o desenvolvimento do modelo.

No design, diferencial do Nivus são as linhas, que combinam os visuais hatch e fastback – Foto: Divulgação

A variante básica já chega com conta com seis airbags, ar-condicionado, assistente de partida em aclive, sensor de estacionamento traseiro, câmara de ré, faróis e lanternas em led, assinatura luminosa e DLR em led, controle eletrônico de estabilidade e tração, direção, espelhos externos e vidros elétricos, sistema de frenagem automática pós-colisão, rodas de liga leve de 16 polegadas, sistema multimídia com tela “touch” de 6,5 polegadas e controle de cruzeiro.

A versão testada, Highline, ainda adiciona controle de cruzeiro adaptativo, frenagem de emergência urbano, até 50 km/h, chave presencial para travas e ignição, ar-condicionado automático, revestimento em couro sintético, sensor de obstáculos dianteiro, sensores de chuva e luz, espelho interno eletrocrômico, detector de fadiga do motorista, rodas de liga leve de 17 polegadas, painel de instrumentos digital e sistema multimídia
VW Play, com tela “touch” de 10 polegadas.

Todo este recheio, obviamente, se reflete no preço. A versão Comfortline começa em salgados R$ 89.150, enquanto a Highline tem preço inicial R$ 12.900 acima, de R$ 102.050. A versão testada chega a R$ 104.540 por conta da cor Vermelho Sunset, que acrescenta R$ 990, e do pacote Lauching Edition, que adiciona mais R$ 1.500.

A estratégia da Volkswagen ao criar uma espécie de Polo Plus vem sendo muito bem-sucedida. O modelo chegou ao mercado em julho e conseguiu se manter em setembro e outubro acima dos 3 mil emplacamentos, volumes bem próximos ao do próprio Polo no período.

Publicidade