26 de junho de 2022 Atualizado 19:12

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Harley-Davidson

Rendição sem abrir mão da personalidade própria

Harley-Davidson adota os conceitos de marcas japonesas e europeias com a Pan America

Por Jonathan Miranda / Auto Press

17 de julho de 2021, às 09h48

e aventurar em um segmento como o de big trails, até aqui inexplorado pela Harley-Davidson, foi uma tarefa difícil. Ainda mais se levando em conta os inúmeros rivais já consolidados.

E o resultado da Pan America 1250 é ainda mais impressionante porque ficou claro que a marca manteve intactas características que sempre inspiração paixão e orgulho à Casa de Milwaukee. A nova motocicleta de duplo propósito tem originalidade no estilo e é facilmente reconhecível como um modelo da consagrada marca estadunidense.

Harley-Davidson Pan America 1250 – Foto: Divulgação

Michael Case, o chefe de Engenharia da Harley-Davidson, classifica a chegada da Pan America uma revolução na marca, não só por envolver um novo segmento, mas por tudo que foi exigido em termos de desenvolvimento.

Não por acaso, o novo motor desenvolvido para o projeto foi batizado de Revolution Max, completamente criado no quartel-general da marca, em Milwaukee. Depois de pronto, se juntou ao restante do powertrain, na fábrica da Pensilvânia.

Harley-Davidson Pan America 1250 – Foto: Divulgação

Trata-se de um motor bicilíndrico twin – os pistões sobem ao mesmo tempo ‑ em V a 60° com 1.250 cm³ redondos e que trabalha em giros bem altos para os padrões da marca. Ele é capaz de entregar 152 cv 9 mil rpm, com torque de 12,99 kgfm a 6.750 rpm.

A suspensão é semiativa com controle eletrônico nos dois eixos e opcionalmente pode receber ajuste de altura. Na dianteira, traz um garfo invertido com ajuste de pré-carga, enquanto na traseira tem um monochoque também com ajuste de pré-carga e mola hidráulica.

Harley-Davidson Pan America 1250 – Foto: Divulgação

Levando-se em conta o segmento, destaca-se o uso de rodas de alumíno fundido, enquanto para os freios possui pinças de quatro pistões para a roda dianteira e pinças de pistão único para a traseira. A generosa altura de 21 cm de distância para o solo eleva o assento do piloto a 89 cm de altura. A posição de dirigir também decorre da acomodação do tanque de combustível (21,2 litros).

Uma vez definida a geometria e a ciclística, a equipe de design foi capaz de trazer à vida uma carenagem que presta homenagem a alguns dos designs mais icônicos da Harley-Davidson: é imponente, sólido, alto e muito funcional, dominado pelo farol de led, que dá agressividade ao design e melhora a aerodinâmica.

Harley-Davidson Pan America 1250 – Foto: Divulgação

A nova tela TFT de 6,8 polegadas monitora as configurações e as informações do modelo, desde os cinco modos de condução disponíveis, até o ABS ou o controle de tração otimizado para curvas.

Publicidade