13 de agosto de 2022 Atualizado 17:51

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Motors

Cruze Sport6 RS atrai pelo desempenho 

Último hatch médio do mercado, o Chevrolet Cruze Sport6 RS tem o visual arrojado como um de seus principais pontos de atração

Por Eduardo Rocha - Auto Press

06 de agosto de 2022, às 10h53

Os adereços adicionais da versão RS incrementaram mais o aspecto esportivo - Foto: Eduardo Rocha - Auto Press

O Chevrolet Cruze Sport6 RS está sozinho. Não só no segmento de hatches médios, como também na linha Cruze. Enquanto o sedã conta com as versões LT, LTZ e Premier, a RS é a única disponível para a carroceria hatch. E mesmo dentro da gama, a versão de visual mais esportivo foi a única que sobrou. A não ser por modelos de marcas de luxo, como Audi, Mercedes-Benz e BMW, ou pelo elétrico Nissan Leaf, não há mais ofertas do segmento no Brasil.

Em um mercado pequeno como o brasileiro, uma saída para ganhar escala de produção é reduzir a oferta de modelos e concentrar o mercado em determinados segmentos, como SUVs e picapes. De fato, automóveis médios produzidos localmente – Mercosul – contam apenas com o Cruze e o Toyota Corolla.

De qualquer forma, a linha Cruze, produzida na Argentina, tem fãs em outros países da América do Sul e mesmo no Brasil, consegue orbitar em torno de 1.200 unidades mensais – 150 da versão hatch. E a variante RS garante que o vai cumprir seu ciclo de produção, que deve se encerrar em 2023 ou 2024, em alto nível.

A versão foi apresentada em janeiro deste ano e, mesmo atuando sozinha, conseguiu manter o mesmo nível de emplacamentos de 2021, quando em versões mais baratas. O Cruze Sport6 RS custa R$ 160.190 e tem o visual arrojado como um de seus principais pontos de atração.

Na frente, traz um novo para-choque, mais projetado e agressivo na área da grade. Os faróis são em led e têm máscara negra. Na lateral, moldura das janelas, adesivo de coluna e retrovisores são em preto, enquanto as maçanetas são na cor do veículo com um friso cromado.

Por dentro, os revestimentos de teto, assoalho, colunas, painéis e bancos são em preto, enquanto as costuras pespontadas dos assentos, por exemplo, trazem linhas vermelhas.

EQUIPAMENTOS. De série, a versão RS inclui seis airbags, monitoramento da pressão dos pneus, câmera de ré, sensor de estacionamento dianteiro e traseiro, sensor de luz e chuva, retrovisor interno eletrocrômico e externos com rebatimento elétrico. O sistema multimídia MyLink tem tela de 8 polegadas e pareamento via Bluetooth com até dois celulares. É possível configurar dois perfis de usuários, um para cada chave, com as preferências de aplicativos e estações de rádio.

Sob o capô, o hatch traz o propulsor 1.4 turbo com injeção direta e duplo comando variável, capaz de entregar 150/153 cv de potência e 24/24,5 kgfm de torque com gasolina/etanol. A transmissão é sempre a automática de seis marchas com modo sequencial e mudança em um comutador na lateral da alavanca.

Publicidade