11 de maio de 2021 Atualizado 10:47

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Tendência

Corolla Cross: na trilha do consumidor

Toyota aposta no lado urbano do SUV médio Cross para recuperar mercado no País; veja a galeria de fotos

Por Eduardo Rocha / Auto Press

13 mar 2021 às 10:56

A Toyota leva o pragmatismo às últimas consequências. A fabricante japonesa não costuma aderir a novidades até constatar que vão além de um modismo passageiro. Mas, no caso do SUV médio Corolla Cross, a marca foi rápida na decisão de produzir o modelo no Brasil.

Afinal, a tendência de se concentrar apenas em carros de entrada e SUVs parece consolidada por aqui e vitimou principalmente sedãs médios, como o Corolla. Mesmo ampliando a participação para 50% do segmento, o modelo da 11ª geração perdeu 20% das vendas entre 2015 e 2019 – antes, portanto, da pandemia.

A 12ª geração, lançada no final de 2019, não teve um desempenho melhor – ao contrário, caiu mais que a média do mercado. Restou à Toyota se render às evidências e adaptar a fábrica de Sorocaba, em São Paulo, a um custo declarado de R$ 1 bilhão, para montar 55 mil unidades do SUV médio por ano em dois turnos de produção.

Corolla Cross – Foto: Divulgação

A rigor, o SUV médio da marca japonesa é uma versão mais alta e encorpada do sedã, com quem compartilha nome, arquitetura e motorização. A plataforma modular é a da TNGA ‑ Toyota New Global Architecture – na versão GA-C, para modelos médios, mas as dimensões são bem diferentes.

O Corolla Cross é 17 cm menor no comprimento e 6 cm no entre-eixos, com 4,46 metros e 2,64 m. É maior na altura em 16 cm e na largura, em 5 cm, com 1,62 metro e 1,83 m.

Corolla Cross – Foto: Divulgação

Os trens de força repetem exatamente os que animam o sedã. Na versão térmica, o motor é 2.0 litros flex com 169-177 cv de potência com gasolina-etanol, com 21,4 kgfm de torque. Ele é gerenciado por um câmbio CVT com a primeira marcha com acoplamento mecânico, mais nove marchas simuladas.

A versão híbrida combina um motor 1.8 litro com 98-101 cv de potência com gasolina-etanol, com 14,5 kgfm de torque, que trabalha com dois motores elétricos que somam 72 cv e 16,6 kgfm. Na combinação, o modelo oferece 122 cv. O câmbio é CTV instalado no eixo com marcha única e quatro modos de condução: Eco, Normal, Power e EV.

Corolla Cross – Foto: Divulgação

O Corolla Cross chega em duas configurações de conteúdos para cada motorização. Para o propulsor flex, as versões são a XR e a XRE, com preços de R$ 139.990 e R$ 149.990, enquanto a híbrida tem as versões XRV e XRX, por R$ 172.990 e R$ 179.990

Publicidade