18 de janeiro de 2021 Atualizado 10:23

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

SUV

Chevrolet Tracker LT oferece conforto e tecnologia

Modelo traz vantagens sem comprometer o custo-benefício em um dos segmentos mais concorridos

Por Eduardo Rocha / Auto Press

07 nov 2020 às 11:18

A General Motors foi muito bem-sucedida na transferência de imagem e capacidade de venda do Chevrolet Onix para o SUV compacto Tracker.

Além de razões técnicas pouco visíveis, como o fato de os dois modelos compartilharem a mesma plataforma GEM (Global Emerging Market) e o mesmo conjunto de motor e câmbio, ambos oferecem qualidades palpáveis bastante atraentes em relação aos concorrentes, como uma dinâmica bem convincente, bom nível de acabamento e espaço interno generoso para os respectivos segmentos.

Não por acaso, o Tracker está na liderança do segmento nos últimos dois meses. Mais que isso, as vendas vêm sendo bem sólidas desde que chegou ao mercado brasileiro, com números médios em torno de 6 mil unidades de junho para cá.

Um dos pontos que ajudou a consolidar esta posição de liderança foi a “democratização” da motorização 1.0 Turbo, que em setembro passou a ser oferecida nas versões LTZ e Premier, o que se refletiu diretamente nos preços – até porque fica numa faixa de imposto bem mais baixa.

Chevrolet Tracker LT – Foto: Eduardo Rocha / Carta Z Notícias

No início, este propulsor era disponível apenas para a versão de entrada Turbo, com um câmbio manual, e LT, que traz câmbio automático. Mesmo com a concorrência interna, a versão LT manteve uma boa capacidade de atração, por conta de um conteúdo com uma dose de pragmatismo, mas ainda atraente, e um preço relativamente competitivo: a partir de R$ 97.290.

Em relação à segurança, a versão LT traz de série seis airbags, alarme, lanterna de neblina, luz de condução diurna, além de itens obrigatórios como sistema de fixação de cadeiras infantis, ABS, e ainda controle de estabilidade com assistente de partida em rampa.

Chevrolet Tracker LT – Foto: Eduardo Rocha / Carta Z Notícias

Traz ainda revestimento dos banco em tecido, ar-condicionado analógico, rodas de liga leve aro 16, direção, travas, espelhos e vidros elétricos, chave presencial para travas e ignição, computador de bordo com tela digital de 3,5 polegadas no painel, sistema multimídia MyLink, com tela “touch” de 8 polegadas com conexão com aplicativos Apple CarPlay e Android Auto, roteador wi-fi para internet, câmera de ré, controle de cruzeiro no volante multifuncional, sistema start/stop e modo sequencial na alavanca para o câmbio automático de seis marchas.

TAMANHO
As dimensões do SUV compacto da Chevrolet são bem próximas ao padrão do segmento, com 4,27 metros de comprimento, 1,62 m de altura, 1,79 m de largura, com entre eixos de 2,57 m. O porta-malas tem 393 litros de capacidade com o banco traseiro em posição normal.

Chevrolet Tracker LT – Foto: Eduardo Rocha / Carta Z Notícias

A versão LT é sempre animada pelo motor 1.0 Turbo, que gera 116 cv de potência e 16,3/16,8 kgfm de torque, com gasolina/etanol, gerenciado por uma transmissão automática de seis marchas.

Como o modelo pesa 1.228 kg, ele tem uma relação peso/potência, de 10,6 kg/cv, o que gera uma capacidade de aceleração bem aceitável. Queimando etanol, o zero a 100 km/h é cumprido em bons 10,8 segundos, enquanto a máxima fica em 175 km/h.

Ficha Técnica – Chevrolet Tracker LT
MOTOR: Gasolina e etanol, 999 cm³
TRANSMISSÃO: automática de seis velocidades
POTÊNCIA: 116 cv com gasolina ou etanol a 5.500 rpm
TORQUE MÁXIMO: 16,3 kgfm – gasolina e 16,8 kgfm – etanol a 2 mil rpm
PNEUS: 215/60 R16
PESO: 1.271 kg
PORTA-MALAS: 393 litros
TANQUE: 44 litros
PRODUÇÃO: São Caetano do Sul (SP)
PREÇO: R$ 97.290.

Publicidade