28 de junho de 2022 Atualizado 11:50

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PALCO ILUMINADO

Caoa Chery oferece versões eletrificadas para seu line-up

Cinco modelos chegam ao mercado até agosto; objetivo é antecipar um posicionamento mundial

Por Eduardo Rocha / Auto Press

18 de junho de 2022, às 16h08

SUV Tiggo 8 será importado da China, carregando um sistema híbrido - Foto: Divulgação

As fabricantes sempre buscam algum elemento que possa estabelecer uma diferenciação na multidão de marcas e modelos. Atualmente, a grande aposta é a eletrificação, que está em estágios bem avançado em mercados centrais, como Estados Unidos, Europa e China, mas que no Brasil ainda está incipiente.

Por isso, chama a atenção a aposta da Caoa Chery de oferecer modelos eletrificados para todos os veículos que comercializa por aqui. Ao longo dos três próximos meses a marca vai incluir no seu line-up cinco eletrificados, em diferentes níveis: o iCar BEV, Tiggo 5X 48V, Tiggo 7 48V, Tiggo 8 PHEV e Arrizo 6 48V. Além desses, continuam em linha três SUVs com motorização térmica convencional: Tiggo 5X, Tiggo 7 Pro e Tiggo 8 Pro.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

O primeiro a chegar será o iCar, um subcompacto 100% elétrico com 3,20 metros, todo estruturado em alumínio com carroceria em polímero. O entre-eixos, de 2,15 metros, é totalmente preenchido por um conjunto de baterias com capacidade de 30,7 kWh.

Por conta do tamanho e dos elementos de construção, o carrinho pesa apenas 995 kg e consegue uma autonomia em torno de 280 km, ou cerca de 9,2 km/kWh em média.

Trata-se, obviamente, de uma proposta bem diversa. O iCar é eminentemente urbano, com espaço apenas para quatro passageiros e 100 litros de bagagem – ou dois passageiros e 380 litros.

Luxo
Outro destaque é o modelo mais sofisticado da marca, o Tiggo 8, também o que recebeu o maior grau de eletrificação. O carro, que inicialmente será importado da China, traz um sistema híbrido plug-in, ancorado no conhecido motor 1.5 turbo a gasolina, que rende 147 cv e 22,5 kgfm, associado a dois motores elétricos que adicionam 170 cv e 34,1 kgfm ao total de 317 cv e 56,6 kgfm.

O sistema híbrido do SUV de sete lugares trabalha com uma bateria com 19,7 kWh, capaz de oferecer uma autonomia em modo totalmente elétrico de até 77 km. Na aferição de consumo, o carro fez média de 42,7 km/l no ciclo combinado, segundo as normas WTLP europeias.

Mais do que uma reação imediata do mercado, a Caoa Chery quer antecipar um novo posicionamento, consolidando uma imagem de tecnologia e modernidade – daí o novo slogan “Ligth Up The Future”, que substitui o atual “Qualidade, tecnologia e design”.

Publicidade