06 de agosto de 2022 Atualizado 17:05

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Organização

Roupeiro facilita armazenar peças de cama, mesa e banho

Arquiteta Marina Carvalho mostra, através de seus projetos, como é possível introduzir o roupeiro nos ambientes com criatividade e soluções simples

Por Glaucia Ferreira - DC33 Comunicação

14 de fevereiro de 2022, às 07h42 • Última atualização em 14 de fevereiro de 2022, às 07h59

Não é difícil encontrar pessoas que têm dificuldade para organizar roupa de cama, mesa e banho, mas a tarefa de armazenar toalhas e lençóis e outros itens não é tão difícil assim. Para essas demandas, o roupeiro é a resposta certa! Para tanto, um pequeno espaço em casa, combinado com uma marcenaria eficiente, recebe a missão de manter todas as peças arrumadas. Geralmente, ele fica alocado no corredor, quartos, banheiros ou lavabos: integrando sempre uma posição estratégica na rotina da casa.

“Em muitas ocasiões, o enxoval precisa ser acomodado em alguma parte do guarda-roupa, cômoda ou prateleira, ficando junto com peças de vestuário. Mas quando executamos um roupeiro especialmente para essa parte, fica muito mais fácil e coerente manter tudo organizado e acomodado da melhor maneira possível”, comenta a arquiteta Marina Carvalho.

Em seus projetos, a profissional tem como premissa o olhar estratégico para inserir, por meio de soluções criativas e práticas, esse móvel tão importante. Quando, em um primeiro olhar, não existe um ambiente disponível na planta baixa do imóvel, Marina promove adaptações no layout que reúnem funcionalidade e estilo para a sua execução.

Área do box – Foto: Evelyn Müller

Na área do box, a marcenaria oferece um local eficiente para receber todos os artigos dos moradores. Para deixar esse local mais camuflado, foram criadas portas de vidro mini boreal, que impede a visão do lado de fora.

Roupeiro no lavabo

Para quem pensa que para ter um roupeiro é preciso ocupar um grande espaço dentro dos ambientes, esse lavabo mostra que é possível fazer boas adaptações para armazenar peças de cama e banho em um lugar compacto. Com uma marcenaria bem executada, as prateleiras bem-posicionadas ajudam na organização das peças e o visitante, que visualiza as portas espelhadas, até imagina que não existe um armário por lá.

Nesse projeto, após a reforma o banheiro tornou-se um lavabo para a área social do imóvel. Nessa reestruturação do ambiente, a área do box ganhou um roupeiro que fica muito bem escondido atrás da porta de correr. Com o recurso do espelho, além de omitir a área de armazenamento, o cômodo conquistou elegância e ainda foi beneficiado pela amplitude. “Reaproveitamos o espaço ao máximo, sem abrir mão da harmonia estética. É um lavabo mega original por conta da cor avermelhada das paredes e a porta do roupeiro agrega um destaque a mais. É um ambiente com um toque luxuoso e super autêntico”, conta a arquiteta.

– Foto: Evelyn Müller

O lavabo é um dos cômodos que mais recebem o roupeiro. Como não é um ambiente muito frequentado pelos moradores no dia a dia, é um ótimo local para armazenar o enxoval de cama e banho. Com as portas espelhadas, neste projeto o visitante nem faz ideia do conteúdo armazenado por lá

Aproveitando cada espaço

Neste projeto, Marina Carvalho aproveitou um espaço que seria pouco utilizado pelos moradores da residência. Assim, o corredor entre os quartos e a sala ganhou um roupeiro que é quase imperceptível dentro do apartamento. Com portas de correr de madeira, o roupeiro ocupou pouco espaço e simplificou o acesso às roupas de cama e toalhas.

“Aqui, nós pensamos na iluminação na parte de fora e, principalmente, nas prateleiras, assim que as portas se abrem. Isso facilita a hora de pegar alguma peça, pois o morador pode visualizar melhor no momento de guardar e retirar o conteúdo”, detalha.

– Foto: Evelyn Müller

Marina projetou um roupeiro no corredor do apartamento. Seguindo o design da marcenaria, o espaço de armazenamento passa desapercebido por quem atravessa o corredor

Publicidade