26 de maio de 2022 Atualizado 23:34

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Decoração e Arquitetura

Dicas de iluminação para salas de jantar e varandas gourmet

Confira dicas para tornar os ambientes ainda mais agradáveis para todos, especialmente para as reuniões familiares

Por Karina Monteiro / dc33 Comunicação

15 Janeiro 2022, às 09h53 • Última atualização 15 Janeiro 2022, às 09h55

É muito bom ver a família reunida para apreciar uma refeição gostosa ou então curtir os finais de semana e férias. Melhor ainda, quando a decoração dos espaços gourmet – como salas de jantar, barzinhos e varandas têm uma decoração perfeita para tornar os momentos ainda mais especiais. Aproveitando o tema, a Yamamura traz dicas de iluminação para esses ambientes. Confira!

Sala de Jantar

As salas de jantar normalmente são amplas e integradas a outros ambientes. Dessa forma, ter uma variação entre as peças embutidas e sobrepostas é a melhor opção. No caso das luminárias embutidas, os plafons que possuem iluminação de foco são as apostas para a luz geral do ambiente. Já para as peças sobrepostas, a sugestão é pelo uso de pendentes ou lustres acima da mesa.

No caso dos lustres, que geralmente são mais imponentes, é incluída apenas uma peça de destaque. Já com os pendentes, é possível arriscar com a criação de diferentes composições, ao alternar modelos e suas respectivas alturas, para trazer uma atmosfera mais descontraída. A temperatura de cor recomendada é sempre o branco quente (2700k a 3000K) para trazer aconchego e bem estar aos convidados.

Também é preciso verificar a proporção recomendada da peça em relação à mesa de jantar. Apesar de não ser uma regra, é indicada uma proporção de um para dois, ou seja, no caso de uma mesa de 2 m de largura, a peça sugerida deve ter, no máximo, 1 m. Para o comprimento, as dimensões são variáveis, principalmente quando há composições de vários produtos. No caso da altura, é recomendado que a base das peças fique de 70 cm a 90 cm de distância da mesa.

Área gourmet

Tanto para varandas quanto terraços, a recomendação é por lâmpadas de temperatura de cor branco quente (De 2700K a 3000K). Vale apostar em pendentes decorativos em cima das mesas de jantar ou cordões de luzes decorativos. Para bancadas de churrasco ou de preparação dos alimentos, a luz de temperatura branco neutro pode ser uma boa pedida (4000K) para auxiliar nas atividades. Arandelas e plafons também são bem-vindos nesses locais.

Para os espaços cobertos há mais opções de luminárias, pois não necessitam de peças com um grau tão elevado de proteção. Já os locais a céu aberto estão sujeitos à ação de intempéries, exigindo cuidados. O mais recomendado nesses casos é que se busque por produtos com Índice de Proteção IP65 (resistente à poeira e aos respingos d’água), IP66 (que suporta jatos d’água) ou IP67 (que resiste à imersão temporária de uma luminária). Observação importante: nas varandas cobertas, quando as luminárias se encontram muito próximas de áreas suscetíveis às ações de chuva e sol, também convém procurar por produtos de iluminação com o grau mínimo IP65.

Publicidade