04 de junho de 2020 Atualizado 13:00

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Bem-Estar

Com as pernas à mostra!

Tratamentos estéticos associados com mudanças de hábitos podem combater a inimiga número um de todas as mulheres: a temida celulite

Por Valéria Barreira

25 jan 2020 às 08:46 • Última atualização 27 abr 2020 às 12:57

A atriz Paola Oliveira está aí para provar o que todos já sabiam. Ao desfilar de maiô à beira mar no último capítulo da novela A Dona do Pedaço, ela mostrou em cadeia nacional que a celulite não poupa nem as mulheres mais lindas. Ela está em todos os corpos. O que a diferencia de um para outro é o nível de comprometimento da pele. Mas, independentemente de qual seja, é possível tratar e conseguir excelentes resultados, inclusive nos graus mais severos, graças às mudanças de hábitos combinadas a tratamentos estéticos.

Foto: Adobestock
Apenas pessoas que levam uma vida extremamente regrada acabam não tendo”, ressalta especialista

O médico Amarilho Soares Jr, da Vie Privilège Clinique, explica que a celulite é uma característica do corpo feminino. Ela decorre de uma conjunção de fatores, como acúmulo de gordura e retenção de líquidos, e piora muito com alimentação inadequada, vida sedentária e baixa ingestão de água. “Apenas pessoas que levam uma vida extremamente regrada acabam não tendo”, ressalta.

Segundo o profissional, a celulite varia do grau 1, quando só é visível quando se aperta a pele, até o grau 4, o mais severo. Neste estágio, a pele já está bem comprometida e apresenta as ondulações com aspecto casca de laranja. Na primeira situação, o médico informa que a combinação de dieta e atividade física consegue melhorar essa questão. A partir do segundo grau, no entanto, é preciso associar um tratamento estético a mudança de hábitos.

O médico destaca que graças às novas tecnologias, os resultados desses tratamentos estão cada vez melhores, inclusive para os graus mais severos. O profissional cita o uso do ultrassom microfocado, que estimula a produção de colágeno no local e melhora muito, segundo ele, o aspecto da pele. Para turbinar os efeitos, ele sugere o uso de vários tratamentos associados.

“O ultrassom microfocado, por exemplo, mais bioestimulador de colágeno, radiofrequência e drenagem linfática. Com esse mix, a partir de 30 dias os resultados já são bem palpáveis”, diz o médico. Segundo ele, esses tratamentos permanecem agindo por três meses no local aplicado. Nesse período, a pele continua melhorando. “O resultado é sensacional”, destaca.

Partindo para a ação:

  • Tratamentos estéticos
    Aceleram o combate à celulite e melhoram muito a condição da pele.
  • Atividades físicas
    Ajudam a ganhar massa muscular, deixando o tecido da pele, consequentemente, mais denso e esticado.
  • Ingestão de líquidos
    Por conter muito açúcar, os refrigerantes pioram a situação a celulite. Mesmo quem sofre com a retenção de líquidos precisa tomar muita água. A hidratação ajuda a eliminar as toxinas e a melhorar a qualidade dos tecidos da pele.
  • Alimentação
    A dieta deve ser equilibrada, evitando açúcar e gordura. A celulite, nos graus mais altos, quase sempre vem associada ao excesso de peso.
  • Drenagem linfática
    A massagem continua sendo uma arma poderosa. Além de ajudar a acabar com o acúmulo de líquidos e a melhorar o aspecto da pele, ainda combate o cansaço das pernas.

Painel de Negócios: conteúdo patrocinado produzido pelo LIBERAL sob demanda para clientes. Entre em contato pelo comercial@liberal.com.br ou no WhatsApp (19) 99708-8831.